Assinar Edições Digitais
Desporto

União de Leiria contrata jogador árabe e faz acordo com federação saudita

A União de Leiria apresentou terça-feira, 6 de Dezembro, o defesa central árabe Abdullah Alhafith, no âmbito de um acordo de parceria com a Federação da Arábia Saudita de Futebol.

A União de Leiria apresentou terça-feira, 6 de Dezembro, o defesa central árabe Abdullah Alhafith, no âmbito de um acordo de parceria com a Federação da Arábia Saudita de Futebol.

O jovem futebolista, de 18 anos, jogava no Al-Eptifaq e assinou um contrato por dois anos e meio, na sequência do acordo que prevê a vinda de mais jogadores do Oriente e a transferência de atletas de Leiria para a Arábia Saudita.

O presidente da SAD, João Bartolomeu, recusou-se, contudo, a adiantar mais pormenores da parceria, referindo que, no “timing certo”, serão divulgados novos pontos do acordo, que poderá passar pelo investimento de árabes no clube e até na entrada do capital social da SAD.

“Está tudo em aberto. Este é o início de uma colaboração que pode ir longe. A Federação da Arábia Saudita está empenhada em dar um impulso grande ao futebol e uma das coisas que pretende fazer é colocar jogadores em ligas competitivas para aprenderem e levarem esse saber para o seu país de origem”, referiu Pedro Serpa Pinto, agente FIFA que representa a Federação saudita.

O presidente da SAD considerou que este acordo é um “passo importante para a União de Leiria, que pode vir a fazer bons encaixes financeiros”, uma vez que, no final de cada época, “serão transferidos dois ou três jogadores do Leiria para clubes da Arábia Saudita”.

Pedro Serpa Pinto adiantou que a escolha da União de Leiria para estabelecer esta parceria prende-se com a “boa relação” que tem com João Bartolomeu, revelando que “o facto de Manuel Cajuda ser o treinador também influenciou”.

Abdullah Alhafith espera “ter sucesso” na União de Leiria e agradece a oportunidade que lhe foi dada, esperando que possa abrir portas para “outros atletas da Arábia se juntarem” a ele, mostrando-se “preparado” para a nova aventura.

O treinador Manuel Cajuda não conhece o jogador, mas considerou que o facto de ser jovem lhe dá uma “margem de progressão grande”.

Conhecedor do futebol árabe, o técnico afirmou que existem “muitos jogadores com qualidade”, que se “se adaptarem ao futebol português poderão vir a ser muito fortes”.

Lusa