Assinar Edições Digitais
Desporto

Seleção de futsal prepara Europeu na região de Leiria

A seleção nacional de futsal vai preparar na região a participação no Europeu 2012. Monte Real, Souto da Carpalhosa e Burinhosa acolhem a equipa liderada por Jorge Braz.

A seleção portuguesa de futsal vai apresentar-se no Campeonato Europeu Croácia2012 com “grande otimismo” na sua “organização coletiva”, “claramente no grupo dos favoritos”, segundo o selecionador, Jorge Braz, que pretende total concentração nos jogos da fase de grupos.

Jorge Braz

“O objetivo prático, competitivo, é vencer o Azerbaijão e a Sérvia. É o nosso foco porque são os únicos dois jogos que temos agendados para já. Analisando o nosso potencial, claro que somos candidatos, assumo isso, mas o potencial só não chega. Temos de nos concentrar no essencial”, disse, em entrevista à agência Lusa.

O treinador destacou a importância do primeiro encontro no Grupo D do torneio continental, a 01 de fevereiro, diante do conjunto azeri, seguindo-se o compromisso frente à turma sérvia, a 05 de fevereiro, duas seleções “difíceis, com caraterísticas bastante distintas”.

“O Azerbaijão tem seis brasileiros na lista de 25, com muita qualidade e experiência internacional, grande capacidade competitiva e extremamente organizados. A Sérvia, se calhar, não apresenta níveis de organização coletiva e estratégica como o Azerbaijão, mas tem grande qualidade individual. Jogadores muito fortes no ‘um-contra-um’ e, fisicamente, de grande estatura”, afirmou.

O técnico português destacou como ponto forte da equipa das “quinas” a sua “organização coletiva”, designadamente “a forma como eles [jogadores] conseguem agregar as suas competências, o que se tem verificado nos jogos, na forma como defendem e atacam”.

“[Os favoritos] São os tradicionais. A Espanha, pela experiência competitiva e pela maturidade que tem, aliada à qualidade e à organização que tem. A Rússia tem evoluído imenso no ponto de vista da organização. A Itália tem uma forma muito peculiar de jogar, também com muitos jogadores naturalizados”, comentou, adiantando que a partir dos “quartos de final, já não há seleções fáceis”.

Braz reiterou a importância da estreia na prova porque “o Azerbaijão pode ser uma equipa extremamente chata”, recordando que aquela seleção chegou às meias-finais do torneio de há dois anos, na sua primeira grande participação internacional.

Portugal vai participar pela sexta vez num Europeu de futsal, entre 31 de janeiro e 11 de fevereiro, na Croácia, ostentando a responsabilidade de ter sido vice-campeão no Hungria2010.

A seleção portuguesa vai preparar o torneio entre hoje e 29 de fevereiro, data da partida rumo a Zagreb, num estágio dividido por Leiria e Oeiras.

Em Leiria, a seleção concentra-se hoje, 16 de janeiro, em Monte Real, realizando os treinos da primeira etapa do estágio no Pavilhão do Souto da Carpalhosa.

Sexta-feira, 20 de janeiro, está agendado um jogo-treino diante do Burinhosa, no pavilhão local, às 19 horas, partida que marca o fim da primeira parte do estágio para o Euro 2012.

Lusa