Assinar Edições Digitais
Desporto

Obradovic rescinde com União de Leiria depois de ficar sem dinheiro para comer

O defesa sérvio Milos Obradovic rescindiu unilateralmente contrato com a União de Leiria, alegando ordenados em atraso, a ponto de ficar “sem dinheiro para comer”, segundo disse o atleta, citado pelo Sindicato dos Jogadores.

O defesa sérvio Milos Obradovic rescindiu unilateralmente contrato com a União de Leiria, alegando ordenados em atraso, a ponto de ficar “sem dinheiro para comer”, segundo disse o atleta, citado pelo Sindicato dos Jogadores.

Obradovic

A rescisão foi anunciada sindicato, que apoiou Obradovic na rescisão, a terceira esta época na União de Leiria devido a atraso no pagamento de ordenados. Maykon e Diego Gaúcho foram outros jogadores que deixaram a União pelo mesmo motivo.

Segundo Obradovic, o plantel recebeu “muitas promessas mas a verdade é que continua tudo na mesma. A minha situação tornou-se insustentável, fiquei sem dinheiro para comer e tive de mandar a minha mulher e filho de volta para a Sérvia”.

O defesa dá a entender que a situação desportiva da União de Leiria, que ocupa o 15º lugar na Liga, se explica também pela pressão a que o plantel está sujeito, com vários jogadores com diversos meses de ordenados em atraso:

“O ambiente não pode ser o melhor, nota-se que existe tensão e é difícil manter a serenidade quando nos deparamos com problemas desta gravidade. Existem casos de jogadores com três e quatro meses em atraso”.