Assinar

Nove agregações alteram mapa de Leiria

O concelho de Leiria vai perder 11 das suas 29 freguesias de acordo com a proposta de reorganização administrativa do território apresentada esta semana à Assembleia da República pela Unidade Técnica (UTRAT) responsável pelo processo.

O concelho de Leiria vai perder 11 das suas 29 freguesias de acordo com a proposta de reorganização administrativa do território apresentada esta semana à Assembleia da República pela Unidade Técnica (UTRAT) responsável pelo processo.

À falta de pronúncia da Assembleia Municipal de Leiria, que defendeu a manutenção do seu mapa territorial, a UTRAT propõe nove agregações de freguesias, designadamente a:
– União das Freguesias de Leiria, Pousos, Barreira e Cortes;
– União das Freguesias de Marrazes e Barosa;
– União das Freguesias de Parceiros e Azoia;
– União das Freguesias de Santa Catarina da Serra e Chaínça;
– União das Freguesias de Santa Eufémia e Boa Vista;
– União das Freguesias de Colmeias e Memória;
– União das Freguesias de Souto da Carpalhosa e Ortigosa;
– União das Freguesias de Monte Real e Carvide;
– União das Freguesias de Monte Redondo e Carreira.

Já as freguesias de Amor, Arrabal, Bajouca, Bidoeira de Cima, Caranguejeira, Coimbrão, Maceira, Milagres, Regueira de Pontes mantêm-se intactas de acordo com a mesma proposta.

A maior freguesia do concelho deverá passar a ser aquela que agrega as atuais freguesias de Leiria, Pousos, Barreira e Cortes. A UTRAT justifica a decisão pelo facto de o território abrangido se situar, “total ou parcialmente, no lugar urbano de Leiria”, estando, por força da lei, sujeito a uma redução de 50% do número freguesias. Argumenta ainda “existir uma malha urbana partilhada entre as freguesias de Leiria, Pousos e Barreira e que a sede da freguesia de Cortes dista apenas dois quilómetros da Barreira.

Confira aqui o parecer da Unidade Técnica e clique na imagem para conhecer o novo mapa do concelho

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.