Assinar
Cultura

Harlem Shake. Que parvoíce é esta? (vídeo)

Para uns é divertimento, para outros arte, mas muitos pensam que é simplesmente parvoíce. Há quem vibre e quem odeie aquele meio minuto. A moda que contaminou o mundo chegou a Leiria e à região.

Para uns é divertimento, para outros arte, mas muitos pensam que é simplesmente parvoíce. Há quem vibre e quem odeie aquele meio minuto. A moda que contaminou o mundo chegou a Leiria e à região.

Um elefante fez a dança inicial e depois mais de meia centena de participantes mascarados juntaram-se ao “Harlem Shake” do Oceano Bar, que resultou no vídeo acima reproduzido (fotografia: Florian Ferreira)

Tudo terá começado na Austrália, dia 2 deste fevereiro: cinco jovens de Queensland publicaram no Youtube o que será o primeiro “Harlem Shake”, um vídeo gravado num quarto vulgar, com a música de um tal de Baauer em fundo.

Nos primeiros 15 segundos, um deles aparece de capacete, agitando ancas e braços para a frente e para trás, freneticamente; subitamente, os restantes quatro juntam-se-lhe num registo ainda proto-dia­bólico. Tudo termina ao fim de 31 segundos.

Termina? Nada disso: foi apenas o início da delirante catadupa de réplicas de “Harlem Shake”, que fez, faz e fará (até quando?) milhões de pessoas em todo o mundo mexerem-se ao ritmo desta música trap, mistura de house, eletrónica e dubstep.

No fim de semana havia mais de 200 mil vídeos “Harlem Shake” na internet, num efeito viral nunca visto. E o número não para de aumentar: até mesmo debaixo de água, há cada vez mais gente a entregar-se à dança descontrolada que “The Washington Post” acredita fazer furor pela batida hipnótica e coreografia simples e repetitiva que se resolve em meio minuto.

Leia na íntegra a reportagem sobre o “Harlem Shake” em Leiria na edição de 28 de fevereiro de 2013. Pode adquirir o jornal online aqui. Veja os vídeos em baixo.

Associação Fazer Avançar

Equipa júnior do ARCUDA

Na avenida Heróis de Angola

Rádio Liz

Carvide

Suite

Vieira de Leiria

Radio Netherlands World Wide (RNW)

Aquele que é apontado como o primeiro “Harlem Shake”

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.