Assinar
Cultura

Ateneu de Leiria tem nova sede e quer ganhar outra dinâmica

A boa notícia para o Ateneu e para Leiria surgiu ao fechar o ano: a histórica associação tem uma nova casa, depois da saída da sede que ocupava no centro da cidade desde 1947.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA
A nova sede ocupa o primeiro andar de um edifício nas traseiras do Centro Comercial D. Dinis

A nova sede é no primeiro andar do edifício onde funciona o Neo-Colonial, nas traseiras do Centro Comercial D. Dinis, na rua Comandante João Belo.

Antes, o espaço serviu um restaurante, gabinetes de arquitetura e contabilidade e um ginásio. A abertura oficial está prevista para janeiro.

A mudança para a nova casa – que continua a ser no centro da cidade – acompanha uma renovação no Ateneu: a renda do edifício que a associação ocupava disparou e não houve forma de lá continuar. Diversas atividades que funcionavam no Ateneu dispersaram e o anterior presidente, Jaime Silva, demitiu-se.

O futuro esteve em risco, mas elementos da secção de ginástica e do coro junta­ram-se e encontraram uma solução diretiva e um futuro para o Ateneu, explica o novo presidente, António Brusco.

Este virar de página não é, contudo, radical: Jaime Silva, Sidnei Carvalho, Joaquim Sismeiro e Paulo Faria, os últimos quatro presidentes da direção, integram os corpos sociais. E a nova direção vai falar com quem dirigia as diversas atividades para saber do interesse num eventual regresso.

“Estou convencido que a nossa experiência à frente do coro e da ginástica e, também, a nível profissional, vai ter impacto no trabalho da direção”, explica o presidente ao REGIÃO DE LEIRIA. A intenção é criar “uma nova dinâmica” e conseguir “uma forma mais profissional de gerir” o Ateneu. “A direção passada trabalhou muito, mas havia problemas de funcionamento”, nota António Brusco, que lamenta o facto do nome e do potencial do Ateneu estarem “muito mal explorados”.

“É um bocadinho incrível como é que uma associação destas esteve a um passo de desaparecer. Isto não tem sentido que aconteça. Por isso, e porque o potencial é muito grande, estou otimista quanto ao futuro”.

(Notícia publicada na edição de 2 de janeiro de 2013. Editada)

Manuel Leiria
manuel.leiria@regiaodeleiria.pt

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.