Select Page

Criação de novos negócios no distrito cresce 20% no primeiro semestre

Criação de novos negócios no distrito cresce 20% no primeiro semestre

Mais empresas, menos insolvências, menos encerramentos. É este o balanço do mais recente barómetro Informa D&B, em relação ao distrito de Leiria, um instrumento que mede a temperatura da economia regional e do país.

Patrícia Monteiro inaugurou o espaço Caprichos em Leiria depois do sucesso do conceito na rede social Facebook

Considerando constituições, insolvências e encerramentos, o saldo líquido é positivo: o distrito de Leiria ganha 384 empresas no primeiro semestre de 2014.

Em relação aos novos negócios, o ritmo abranda 13,3% na comparação com o período homólogo de 2013, mas há um crescimento de 20% face ao semestre anterior, que terminou em dezembro. Durante os primeiros seis meses de 2014 nasceram quatro projetos por dia. Só em junho surgiram 119, elevando para 736 o total de empresas criadas desde o início do ano.

De acordo com a Informa D&B, o tecido empresarial da região é agora constituído por 20.665 entidades, com um peso de 4,7% em termos nacionais.

Para este cenário está a contribuir a diminuição das insolvências (menos 4,1%) e dos encerramentos de empresas no distrito de Leiria (menos 36,4%, um dos melhores registos em todo o país). O relatório mostra que até 30 de junho ocorreram 117 insolvências (contra 184 nos primeiros seis meses do ano passado) e 235 encerramentos (245 no semestre inaugural de 2013).

Artesanato urbano

Quando publicar o próximo barómetro, a multinacional já vai incluir a loja Caprichos, inaugurada em julho no centro histórico de Leiria. Trata-se de um quiosque com artesanato urbano que dá continuidade ao projeto iniciado por Patrícia Monteiro no Facebook. Dois anos no desemprego, depois do encerramento da delegação da Unicef em Leiria, conven­ceram-na a avançar.

A partir da Rua Direita, Patrícia Monteiro pretende aproveitar o charme da zona e explorar a dinâmica comercial ligada ao turismo, cujo potencial considera elevado. Além de artigos de papelaria, na Caprichos há apontamentos de decoração, desde caixas de papel a molduras e almofadas. A loja fica em frente ao espaço Eça, outro negócio nascido no mês passado.

Sinais positivos

Em termos nacionais, a informação recolhida pela Informa D&B revela que se mantém a tendência para a diminuição das insolvências e encerramentos de empresas, que apresentam quebras substanciais no primeiro semestre. Quanto ao nascimento de empresas, há um recuo de 5,2% face ao período homólogo de 2013, mas o segundo trimestre de 2014 já apresenta valores positivos. Em termos sectoriais, o maior número de novos negócios surge nos serviços, retalho, alojamento e restauração.

Cláudio Garcia
claudio.garcia@regiaodeleiria.pt

(Notícia publicada na edição de 21 de agosto de 2014)

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Primeira Página

Publicidade

Publicidade

Pergunta da Semana

A carregar

Deve haver exceções na proibição de lançamento de fogo-de-artifício?

Obrigado pelo seu voto!
Já votou nesta pergunta!
Selecione uma das opções!

Newsletter Região de Leiria

app repórter no mundo

Share This