Assinar
Mercado

Site de Leiria cresce no comércio digital com câmaras de ação

A comercialização de câmaras de ação, algumas já com tecnologia 4K, está a catapultar para novos patamares as vendas da página omeucapacete.com.

Depois de 40 anos de paixão pelas motos e pela imagem, Álvaro Pereira encontrou um negócio que reúne o melhor destes dois mundos para ganhar espaço no mercado online.

camara-aee-s-51A comercialização de câmaras de ação, algumas já com tecnologia 4K, está a catapultar para novos patamares as vendas da página omeucapacete.com, graças ao interesse dos amantes dos desportos motorizados e de aventura.

As marcas Midland e AEE MagiCam fornecem câmaras vocacionadas para ambientes adversos e atividades radicais, aptas, por exemplo, a ser usadas na cabeça ou fixadas num veículo, o que resulta em vídeos ou fotografias invulgares. E são hoje o principal ponto de atração de clientes ao site.

“Os componentes tecnológicos acabam por aumentar as vendas em detrimento dos equipamentos de segurança. Uma câmara vende-se com muito mais facilidade do que um capacete”, afirma o empresário.

Criada em 2011 por Álvaro Pereira, que já desenvolvia atividade na importação e distribuição em Leiria, a loja virtual está focada nos acessórios para motos e desportos motorizados.

Outro produto que tem vindo a ganhar espaço são os intercomunicadores para capacetes. A divulgação vive muito do Facebook e da presença em eventos.

Os clientes são essencialmente portugueses e o número de visitas diárias na página tem vindo a crescer. A parceria com a FNAC através da venda de alguns artigos no site da multinacional francesa também ajudou a credibilizar a empresa de Leiria.

“O serviço e a rapidez de entrega são ponto de honra para nós”, diz Álvaro Pereira, que acredita que o comércio eletrónico em Portugal pode continuar a crescer.

(Notícia publicada na edição de 16 de outubro de 2014)

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.