Select Page

Leiria aumenta fasquia e ganha três campos de padel cobertos

Leiria aumenta fasquia e ganha três campos de padel cobertos

Habituado a competir em ultras (maratonas), João Colaço arrancou em janeiro com um novo projeto: Ultra Padel Club, a primeira infraestrutura de campos de padel cobertos existente em Leiria.

“Sempre estive ligado ao desporto e queria fazer algo que estivesse relacionado”, conta, lembrando que descobriu o padel através de um amigo que pratica a modalidade. A ideia começou a crescer no verão passado e ganhou forma nas últimas semanas.

Joaquim Dias, do CETL, terá parceria com novo projeto de João Colaço, à direita

O Ultra Padel Club, localizado em Ponte da Pedra, tem três campos, um dos quais homologado, e funciona todos os dias, através de reservas on-line dos campos (com um custo de 20 a 24 euros/hora). Tem também programas direcionados para empresas e atividades de grupo (ultrapadel.pt).

“O padel é uma atividade altamente viciante. Não é difícil aprender e quem começa, passado pouco tempo, começa a divertir-se. É menos técnico que o ténis e a bola está mais tempo em jogo”, explica João Colaço, que se mantém ligado às ultramaratonas.

O crescimento da modalidade na região nos últimos anos tem sido enorme, com vários campos de padel a aparecer. Por exemplo, o Orçamento Participativo de Leiria prevê a construção de dois na Boa Vista. No entanto, a modalidade ainda não tinha resposta para os constrangimentos provocados pelo tempo frio ou chuvoso. João Colaço acredita que a procura será grande e tem potencial para crescer.

Nesse sentido, o Ultra Padel Club associou-se ao Clube Escola Ténis de Leiria (CETL), o primeiro clube de padel a surgir na região centro, para promover a formação de atletas, sob a coordenação da treinadora e atleta internacional Susana Dias. Além de aulas para iniciantes na modalidade, os campos cobertos terão ainda preços especiais para os sócios do CETL.

“Leiria só tem a ganhar com estes campos. Era algo que faltava há muito tempo. Traz mais movimento à cidade, mais praticantes e credibilidade aos clubes”, defende Joaquim Dias, presidente da direção do CETL, que se “regozija com o investimento”. “Que tenha muito sucesso”, conclui.

Marina Guerra (texto)
marina.guerra@regiaodeleiria.pt
Joaquim Dâmaso (foto)
joaquim.damaso@regiaodeleiria.pt

(artigo publicado na edição de 19 de janeiro de 2017 e atualizado para online)

Responder

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Siga-nos

Primeira página

Pergunta da semana

A carregar…

Concorda com as novas limitações à plantação de eucaliptos?

Obrigado por participar!
Já respondeu a esta pergunta.
Escolha uma das opções.


O TEMPO

17° Humidity: 100%
Clouds: 1%
Wind(NNE): 12kph
névoa
Terça-feira
17° 17°
Quarta-feira
27° 21°
Quinta-feira
31° 22°
Sexta-feira
31° 25°
Sábado
26° 21°
Domingo
27° 18°
Segunda-feira
30° 20°

Facebook RL