Select Page

Parcerias ajudam a preservar Malhado de Alcobaça

Parcerias ajudam a preservar Malhado de Alcobaça

O trabalho de preservação do Malhado de Alcobaça, uma raça autóctone de suínos oficialmente reconhecida desde 2013, permitiu já aumentar o efetivo de animais apesar de se encontrar ainda em perigo de extinção.

No esforço de preservação da raça, a Federação Portuguesa de Associações de Suinicultores (FPAS) tem em funcionamento, em parceria com o Instituto Nacional de Investigação Agrária e Veterinária (INIAV), um núcleo de multiplicação genética que inclui 45 porcas reprodutoras, tendo como objetivo “salvaguardar a esta linha genética e manter a capacidade de oferta de animais reprodutores ao mercado”, divulgou a associação.

A par a FPAS, a Associação de Agricultores da Região de Alcobaça a Câmara Municipal de Alcobaça têm desenvolvido esforços para “criar incentivos com os quais os produtores se sintam motivados a preservar a linha genealógica única no mundo”, que já resultaram no surgimento de novos produtores.

Atualmente existem 10 criadores que, no sentido de dar a conhecer ao consumidor a qualidade da carne proveniente destes animais, estabeleceram, parcerias com restaurantes onde, segundo a associação, se pode degustar “uma das carnes mais exclusivas do mundo inteiro, uma carne que provém de animais registados no Livro Genealógico, garantindo-se, assim, a sua pureza e autenticidade”.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Siga-nos

Publicidade

Publicidade

Publicidade

Primeira Página

Pergunta da semana

A carregar

Concorda com a construção de um novo tribunal na antiga casa dos magistrados, na avenida Marquês de Pombal, em Leiria?

Obrigado pelo seu voto!
Já votou nesta pergunta!
Selecione uma das opções!

Semana de Moldes 2018

Share This