Select Page

Presidente do PS de Leiria critica Rui Rocha por apoiar Coimbra a Capital da Cultura

Rui Rocha, presidente da Distrital de Leiria do PSD e ex-presidente da Câmara de Ansião, integra a comissão responsável pela candidatura de Coimbra a Capital Europeia da Cultura 2027.

A participação, ainda que a “título pessoal”, de Rui Rocha na equipa foi entretanto objeto de críticas por parte de António Sales, líder da Federação Distrital do PS, tendo em conta o facto de Leiria ser também candidata a Capital Europeia da Cultura 2027.

“É com estupefação que assistimos a esta situação. Nunca nos intrometemos nos assuntos internos de outro partido mas esta situação é lesiva do concelho e do distrito de Leiria”, refere o socialista em comunicado.

“As nossas escolhas pessoais nem sempre têm que ser uma cópia das nossas escolhas institucionais, mas a verdade é que também não podem ser absolutamente antagónicas e, neste caso, a escolha pessoal de Rui Rocha foi apoiar Coimbra em detrimento de Leiria”, acrescenta António Sales, na expetativa de que Rui Rocha “possa voltar atrás” nesta “decisão inusitada” e “pouco pensada” que o levou a trocar a cidade de Leiria por Coimbra.

António Sales reforça que pessoal e institucionalmente apoia a candidatura de Leiria a Capital Europeia da Cultura e que o PS distrital “defende os interesses da região”.

Liderado pelo mágico Luís de Matos, o grupo de trabalho responsável pela elaboração da candidatura de Coimbra foi  apresentado ontem. Integram ainda a equipa Nuno Freitas, presidente do PSD Coimbra, Manuel Rocha, odeputado municipal da CDU e antigo diretor do Conservatório, Luís Menezes, vice-reitor da Universidade de Coimbra (UC) para a área do turismo, António Pedro Pita, antigo diretor regional da Cultura do Centro, e Cristina Robalo Cordeiro, antiga vice-reitora da UC .

“Esta não será uma candidatura pessoal ou individual, não poderá nunca ceder a caprichos, nem poderá ser nunca uma candidatura eleitoralista ou populista. É uma candidatura que terá de unir e reunir toda a cidade em consensos alargados. É uma candidatura para valorizar Coimbra, a região e o país”, vincou ontem o socialista Manuel Machado, presidente da Câmara de Coimbra,  durante a apresentação da comissão no Convento São Francisco.

Luís de Matos frisou, por sua vez, que esta é uma candidatura “inclusiva”, referindo que serão feitas consultas públicas “à procura de ideias” e será dado conta, de forma regular, dos trabalhos em curso elaborados pela equipa.

Criada em 1985 pela Comissão Europeia, a “Capital Europeia da Cultura” é considerado o maior evento cultural da Europa. Entre as 58 cidades que já acolheram o evento encontramos as mais importantes do panorama europeu: Atenas, Florença, Amesterdão, Berlim, Paris, Glasgow, Dublin, Madrid, Copenhaga, Estocolmo, Bruxelas, Praga, Istambul, Liverpool, Marselha.

Lisboa foi Capital Europeia da Cultura em 1994, o Porto, em 2001 e, Guimarães, em 2012.

com Lusa

Líder do PS de Leiria critica Rui Rocha, presidente da distrital do PSD, por apoiar Coimbra a capital da Cultura Foto de arquivo: Joaquim Dâmaso

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Siga-nos

Primeira Página

Publicidade

Publicidade

Pergunta da semana

A carregar

Concorda com a lei que proíbe o abate de animais nos canis municipais?

Obrigado pelo seu voto!
Já votou nesta pergunta!
Selecione uma das opções!

Região de Leiria no Facebook

Subscrição de newsletter

Share This