Select Page

Leroy Merlin já abriu em Leiria mas acessos esperam até ao Natal

A grande superfície de bricolage Leroy Merlin abriu esta quinta-feira, no espaço onde existiu a Proalimentar, em Leiria, após um investimento de 21 milhões de euros e a contratação de 150 funcionários.

No entanto, as obras na zona envolvente, incluindo acessos rodoviários, apenas deverão estar concluídas na primeira quinzena de dezembro, como referiu o vereador Ricardo Santos, na última assembleia municipal de Leiria.

A loja, com uma superfície de venda de 9.000 m2, é a 15ª que a marca inaugura em Portugal e no espaço é possível encontrar mais de 40 mil produtos, organizados em 13 secções, desde as decorativas às utilitárias –  bricolage, construção, decoração, cozinha, casa de banho e jardim – , e mais de 85 serviços. A construção ocupa 2.000 m2 da área total.

A Leroy Merlin garante que qualquer cliente encontrará resposta para os seus projetos, “desde uma pequena manutenção ou remodelação, até uma renovação mais completa da casa”.

Entre os serviços disponíveis encontram-se o financiamento, entrega, instalação ou drive in. “Este é um serviço pensado na sua essência para facilitar o processo de compra, em especial, ao cliente profissional”, explicou uma fonte da marca, adiantando que “no fundo, na área de construção, o cliente pode entrar com a viatura, fazer as suas compras e pagar à saída, facilitando a logística inerente a todo o processo de compra”.

No contexto de união das duas insígnias AKI e Leroy Merlin, do grupo Adeo, “o plano de expansão para os próximos anos continua ambicioso”, prevendo-se, até 2021, a abertura de mais de 18 lojas, “não estando para já programada a construção de outra loja no distrito de Leiria”, segundo a marca francesa.

Carlos Ferreira
Jornalista
redacao@regiaodeleiria.pt

Fotos: Fernando Rodrigues e Sérgio Claro

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Siga-nos

Primeira Página

Publicidade

Publicidade

Pergunta da semana

A carregar

O Governo português informou a União Europeia que quer manter a mudança de hora. Concorda?

Obrigado pelo seu voto!
Já votou nesta pergunta!
Selecione uma das opções!

Share This