Select Page

Leiria: Obras na rua dos Mártires obrigam a corte de trânsito

“Estrada da Marinha”, que tinha dois sentidos antes da abertura da avenida Papa Francisco, vai ser requalificada Foto de arquivo

Um troço da rua dos Mártires, em Leiria, vai ficar cortada ao trânsito a partir de segunda-feira, dia 14, até ao dia 24, devido ao arranque das obras de requalificação da via.

Segundo a Câmara de Leiria, os automóveis vão ficar impedidos de circular no troço entre a rotunda nascente de acesso à avenida Papa Francisco e o entroncamento com a avenida Ernesto Korrodi, para a abertura de valas para execução de sondagens arqueológicas. 

Em alternativa, serão garantidos desvios no sentido Leiria/Marinha Grande pela avenida Papa Francisco, podendo os automobilistas aceder à avenida Ernesto Korrodi, seguindo até à rotunda Melvin Jones em direção à rua dos Mártires, rua dos Mártires do Tarrafal e largo Dr. Serafim Lopes Pereira. Já no sentido contrário, “a circulação na rua dos Mártires, entre o entroncamento da rua Mártires do Tarrafal e a Ernesto Korrodi, será invertida, passando a possuir o sentido Poente Nascente para residentes e veículos autorizados”. 

Os veículos serão desviados para a rua do Hospital Militar, seguindo para a rua Miguel Franco, rua Dr. Agostinho Tinoco, rua Cidade Tokushima, retomando o itinerário na rua dos Mártires, informa ainda a autarquia

A intervenção naquela que é também conhecida como “estrada da Marinha Grande” foi adjudicada em agosto passado à empresa Contec – Construção e Engenharia por cerca de 321 mil euros.

O projeto prevê a “requalificação e reorganização do espaço público, dimensionando e ajustando o perfil da rua ao sentido único de tráfego, aumento da largura de passeios e reorganização dos estacionamentos”, numa extensão de cerca de 400 metros. Haverá ainda lugar à substituição das redes de abastecimento de água, de drenagem de águas residuais, de iluminação pública, remodelação da rede de drenagem pluvial e colocação de mobiliário urbano.

A obra tem sido reclamada ao longo dos anos pelos moradores e utilizadores da estrada, que há muito se queixam da falta de segurança, nomeadamente para os peões. A rua passou a ter apenas um sentido depois da conclusão da avenida Papa Francisco, mantendo-se como uma das principais vias de acesso à Escola Secundária Domingos Sequeira, Colégio Nossa Senhora de Fátima, Comando Territorial da GNR, e zona do Castelo. 

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Primeira Página

Publicidade

Pergunta da Semana

A carregar

Concorda com a criação do Museu Salazar?

Obrigado pelo seu voto!
Já votou nesta pergunta!
Selecione uma das opções!

Newsletter Região de Leiria

app repórter no mundo

Share This