“Cativava uma assembleia pela forma contagiante como discursava”

15h36 – António Sales, presidente da Federação Distrital de Leiria do PS – “É uma grande perda para o presente e para o futuro do país e uma grande perda para a região”. “Era uma pessoa que cativava uma assembleia pela forma contagiante como discursava e pela energia que transmitia. Estava sempre muito bem-disposto e tinha um grande sentido de humor”, referiu em declarações à agência Lusa.

“Sabia contagiar pela sua dinâmica”

15h30 Nuno Mangas, presidente do IAPMEI: “Foi com um misto de incredulidade e grande pesar que tomei conhecimento da morte súbita de João Vasconcelos. Assumindo uma visão moderna e cosmopolita para Portugal e muito interessado pela tecnologia e pelo impacto disruptivo das startups na sociedade, sabia contagiar pela sua dinâmica, criatividade e energia positiva”.

“Manteve sempre uma forte ligação a Leiria”

13h57 Câmara de Leiria – “João Vasconcelos manteve sempre uma forte ligação a Leiria, envolvendo-se na promoção do desenvolvimento local, em especial na área das novas tecnologias e do empreendedorismo. (…) O Município de Leiria manifesta o seu profundo pesar perante a morte de João Vasconcelos e associa-se ao luto e à dor sentida pela família e amigos mais próximos.”

“Personalidade maior do setor industrial”

12h52 – Confederação da Indústria Portuguesa – “A CIP expressa as mais sentidas condolências pelo trágico desaparecimento de João Vasconcelos. Personalidade maior do setor industrial e Homem de visão, deixou em todos uma forte impressão e sentida amizade. O seu legado não será esquecido.Obrigado João”, adianta mensagem da CIP colocada na rede Twitter.

“Sempre recordarei o permanente entusiasmo”

12h31 – Joaquim Menezes, administrador do Grupo Iberomoldes: “Minha reacção pela morte do João, é de consternação e tristeza profunda. Mais um amigo que parte, antes do tempo, de forma abrupta e que amplia ainda mais o impacto da perda. Trabalhámos juntos em alguns projectos e sempre recordarei o permanente entusiasmo, optimismo e tenacidade de vencer os obstáculos e a luta que travava por aquilo em que acreditava”.

“Um dos principais impulsionadores dos jovens empresários”

12h31 – Marcelo Rebelo de Sousa, Presidente da República: “Lamento a perda súbita de João Vasconcelos, ex-Secretário de Estado da Indústria e fundador da Startup Lisboa, um dos principais impulsionadores dos jovens empresários em vários sectores da economia, e endereço sentidas condolências à sua família. Teve grande influência na Web Summit em Portugal e tantas outras iniciativas a favor da inovação e do empreendorismo moderno”.

“Lisboa do futuro fica sem um dos seus nomes mais destacados”

12h20 – Fernando Medina, presidente da Câmara de Lisboa: “Foi um choque a notícia da morte do João Vasconcelos. A sua energia, alegria e capacidade de agregação para o empreendedorismo e economia digital eram hoje ímpares no nosso país. A Lisboa do futuro fica hoje sem um dos seus nomes mais destacados”,  escreveu numa mensagem colocada na rede Twitter.

“Resta-nos (…) lutar pelo sucesso de todos nós”

12h10 – Cidália Ferreira, presidente da Câmara da Marinha Grande: “É muito difícil aceitar a perda de uma pessoa tão querida para todo o nosso distrito. O João Vasconcelos era um jovem extremamente competente, solidário e visionário. O João foi um dos pais do empreendedorismo, da StartUp Lisboa e da indústria 4.0 em Portugal. Resta-nos honrar a sua memória fazendo aquilo que ele sempre fez: lutar pelo sucesso de todos nós. Quero igualmente deixar uma palavra muito sentida aos familiares do João”.

“Deixou uma marca grande”

12h04 – João Gomes Cravinho, ministro da Defesa – “Profundamente chocado com a notícia da morte de João Vasconcelos. Deixou uma marca grande no tempo terrivelmente curto que esteve connosco. Toda a minha solidariedade e condolências para a família e os muitos amigos que ele tinha”, escreveu numa mensagem colocada na rede Twitter.

“Um embaixador do país, da região e do IPLeiria”

11h50 – Rui Pedrosa, presidente do Instituto Politécnico de Leiria (IPLeiria) – “O Instituto Politécnico de Leiria está chocado com esta notícia e eu, pessoalmente, também. João Vasconcelos vai ser sempre recordado como um embaixador do país e, em particular, da região e do IPLeiria. Não havia momento nenhum em que, se fosse oportuno, ele não falasse da excelência do ensino superior desta região. Vai ser sempre lembrado como alguém que deu muito à região e ao Politécnico de Leiria.

“O mais profundo pesar”

11h46 – Pedro Siza Vieira, ministro adjunto e da Economia – “O Ministro Adjunto e da Economia vem manifestar publicamente o mais profundo pesar pelo falecimento de João Vasconcelos, e endereça à Família e aos Amigos as mais sinceras e sentidas condolências, próprias destes momentos de tristeza”, escreveu numa mensagem colocada na rede Twitter.

“Ele é insubstituível”

11h45 – Linda Pereira, empresária e membro da CIP – Confederação Empresarial de Portugal: “O João Vasconcelos acreditava tanto neste país, era tão motivador, tão preocupado com a paridade de género e em valorizar os talentos das mulheres. Ele é insubstituível, via a política como uma vocação e um meio para melhorar as vida das pessoas. Vou-me lembrar sempre dele com aquela energia, com o pensamento positivo. E gostava tanto de Leiria. Dizia que era ‘uma terra de pessoa fazedoras'”.

“Ficámos muito mais pobres”

11h32 – Gonçalo Lopes, vice-presidente da Câmara de Leiria e líder da concelhia de Leiria do PS: Era uma pessoa “com um potencial enorme do ponto de vista humano e também em termos da sua vivacidade e empreendedorismo e um profundo conhecimento da indústria portuguesa e, em especial da nossa região” . “É uma perda muito grande para Leiria e uma perda pessoal também, uma vez que sou amigo dele. Ficámos muito mais pobres”.

“Para ele nada era impossível”

11h30 – Cristina Barros, empresária e coordenadora do eixo 3 do InCode – Iniciativa Nacional de Competências Digitais: “Para ele nada era impossível. Quando tinha uma ideia e queria implementá-la levava as pessoas com ele e fazia a acreditar que era possível. Era uma pessoa extremamente focada, tinha uma visão para o país e sabia como lá chegar e com quem. Era um líder nato, com visão, com capacidade de fazer acontecer e criar redes de colaboração porque sabia que sozinho não conseguia”.

“Imensa perda”

11h18 – Partido Socialista: O PS expressou hoje o seu “choque e mais profundo pesar” pela “inesperada notícia da morte” de João Vasconcelos, aos 43 anos, o ex-secretário de Estado da Indústria do governo de António Costa e “um dos melhores quadros do partido”. “Todos os socialistas sentem muito dolorosamente esta imensa perda, para o Partido e para Portugal, de alguém que ainda tinha muito para dar ao país, na luta por uma sociedade mais justa e moderna”, sublinha o texto.

“Português de exceção”

10h59 – Paulo Batista Santos, presidente da Câmara da Batalha – “É com enorme tristeza que tomei conhecimento da partida de mais um amigo do Município da Batalha e um português de exceção. Sentidos pêsames à família e ao Partido Socialista”, escreveu numa mensagem publicada na rede Facebook.