Select Page

Deputados da Batalha recusam novas explorações e pedem valorização de pedreiras históricas

Deputados defendem o fim do licenciamento de pedreiras para a freguesia Foto: Joaquim Dâmaso

Oposição ao licenciamento de novas pedreiras na Torre e no Reguengo do Fetal e defesa da valorização das pedreiras históricas do Mosteiro da Batalha. Esta é, na essência, a posição unânime, tomada pelos deputados municipais da Batalha, na noite de ontem, quinta-feira.

Os deputados dos três partidos com assento na Assembleia Municipal da Batalha – PSD, PS e CDS-PP – aprovaram uma moção que expressa “firme oposição ao licenciamento de novas explorações de pedreiras naquela região da Torre e Reguengo do Fetal”.

O documento prevê que esta tomada de posição seja transmitida ao Ministério do Ambiente, entidade que tutela o organismo responsável pelo licenciamento de novas pedreiras. A moção solicita ainda que o Ministério da Cultura, “apoio para a celeridade na conclusão dos processos em curso de ampliação da Zona Especial de Proteção dos Sítios de Interesse Municipal das pedreiras históricas de Valinho do Rei e Pidiogo, bem assim na proteção da pedreira histórica do Caramulo e classificação do painel turístico em azulejo da extinta companhia aérea ‘PAN AM’”.

Nessa mesma noite, a Assembleia de Freguesia do Reguengo do Fetal chumbou os planos para a instalação de uma exploração de inertes na Pedreira da Barrosinha, localizada em terrenos baldios.

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Primeira Página

Publicidade

Pergunta da Semana

A carregar

Leiria vai ter um busto de homenagem ao antigo presidente da Câmara, Afonso Lemos Proença. Concorda?

Obrigado pelo seu voto!
Já votou nesta pergunta!
Selecione uma das opções!

Publicidade

Newsletter Região de Leiria

app repórter no mundo

Share This