Casais dos Ledos, na Batalha, tem um novo alojamento. Mas não é um alojamento qualquer. Trata-se de mais um ninho para coruja-das-torres, da responsabilidade do grupo Aves da Batalha, e que pretende promover locais de nidificação extra para esta espécie ameaçada.

A colocação do ninho aconteceu no passado dia 9 e foi o terceiro a ser instalado no concelho, depois das localidades da Rebolaria e do Picoto (Golpilheira).

Em simultâneo foi realizada uma acção de educação e sensibilização ambiental para a comunidade escolar de Casais dos Ledos, em que também participaram pais e moradores da localidade.

Conhecer as diferentes espécies de aves de rapina nocturnas de Portugal, a sua biologia, a importância para os ecossistemas e ainda os factores que ameaçam a sua conservação foram alguns dos temas abordados.

As características e vocalizações, quais as presas favoritas das corujas-das-torres e como se pode fazer a monitorização destas espécies foram outras das curiosidades abordadas pelos responsáveis do Aves da Batalha aos participantes.

“O Aves da Batalha pretende transmitir às gerações mais novas e à sociedade em geral batalhense a importância da biodiversidade do concelho para o equilíbrio dos ecossistemas dos quais fazemos parte. Afinal de contas só conhecendo é que se pode proteger”, refere o grupo.

Casal de Santa Joana e São Mamede são os próximos locais a receber ninhos para corujas-das-torres, em datas ainda a anunciar.