O Tribunal de Leiria decretou hoje prisão preventiva ao homem suspeito dos crimes de violação e abuso sexual da filha de 4 anos e de violência doméstica da companheira e mãe da criança, em Peniche, disse fonte judicial.

A mesma fonte disse à agência Lusa que o arguido, de 29 anos, vai aguardar julgamento em prisão preventiva, depois de ter sido presente a primeiro interrogatório judicial.

O homem foi detido depois de a mulher ter apresentado queixa na GNR de Peniche, no distrito de Leiria.

Após a queixa, a Polícia Judiciária (PJ) reuniu provas de que o homem terá praticado atos sexuais com a sua filha de quatro anos, sujeitando-a a maus tratos físicos e psicológicos.

A mãe da criança era também vítima de crimes de violência doméstica de forma continuada, sendo obrigada também a práticas sexuais por meio de maus tratos físicos e psicológicos.

Após investigação dos factos denunciados, foi emitido um mandado de detenção fora de flagrante delito, no âmbito do qual a PJ deteve o homem.

Lusa