Assinar Edições Digitais
Marinha Grande

Secretário-geral da CGTP assinala aniversário do 18 de Janeiro na Marinha Grande

As comemorações do 86º aniversário do movimento operário de 18 de janeiro de 1934 na Marinha Grande arrancam esta sexta-feira e prolongam-se até ao final do mês.

 

Arménio Carlos, secretário-geral da CGTP, participa este sábado, nas atividades comemorativas do 86º aniversário do movimento operário de 18 de janeiro de 1934, na Marinha Grande.

O programa comemorativo, organizado pelo Sindicato dos Trabalhadores da Indústria Vidreira, arranca já esta sexta-feira, às 20h30, com um jantar-convívio no Parque Municipal de Exposições, e prolonga-se até fevereiro.

Uma romagem aos cemitérios de Casal Galego marca, pelas 10 horas, a efeméride. A  manifestação “Ontem e hoje a luta pelos direitos” realiza-se pelas 11h15, seguindo-se, às 12 horas, a cerimónia pública junto ao monumento ao Vidreiro, contando com a intervenção de Arménio Carlos.

O edifício da Resinagem acolhe, pelas 15 horas, um encontro de trabalhadores, e o Sport Operário Marinhense (SOM) a peça “O pedido de emprego”, às 21h30, pelo Teatro da Rainha.

No domingo, à tarde, o SOM será palco de diversas atividades de animação infantil e teatro.

A prova de atletismo “Corrida do vidreiro” (no sábado dia 25) e uma conversa com jovens na Escola Secundária Calazans Duarte (na tarde de dia 28) são outras atividades programadas, complementadas com uma exposição sobre o 18 de Janeiro, que de 21 de janeiro a 29 de fevereiro, está patente no foyer do Museu do Vidro.

Entretanto, o município anunciou que assinala a efeméride, na Casa da Cultura – Teatro Stephens, com um concerto dos Black Mamba (na noite desta sexta, já esgotado) e com a peça de teatro infantil “A Bela e o Monstro”, agendada para as 16 horas de sábado, dia 18.