Assinar Edições Digitais
Leiria

Utentes de centro de convívio dos Milagres lançam quinto calendário

Os utentes do centro de convívio dos Milagres são os protagonistas do calendário de 2020 que o Instituto de Solidariedade Social dedicou ao “tempo passado” e representação de tradições, profissões e hábitos antigos.

Por volta dos meses de setembro e outubro já começam a perguntar: “então, não está na altura de começar a fazer as fotografias para o calendário?”, “Em que mês é que vou ficar?”.

Eugénia Santos, diretora técnica do Instituto de Solidariedade Social de Milagres, concelho de Leiria, sabe bem como a elaboração do calendário anual é importante para os utentes do centro de convívio. Não é, por isso, de estranhar que o balanço da atividade seja “bastante positivo”, cumprindo os objetivos principais de promover a autoestima dos utentes, dinamizar as relações interpessoais e as relações familiares.

“É muito gratificante ver a satisfação e a felicidade dos idosos na realização de cada fotografia. É um trabalho que proporciona momentos de alegria e de convívio que ficam na memória e proporcionam bem-estar físico e emocional”, acrescenta.

O primeiro calendário surgiu em 2016 e, todos os anos, o tema é diferente. A inspiração para 2020 foi “o tempo passado” com a representação de tradições, profissões e hábitos antigos.

No calendário de 2020 foram envolvidos os 18 utentes do centro de convívio dos Milagres, o mais novo com 72 anos e o mais velho com 98 (fotogaleria)

Foram envolvidos os 18 utentes do centro de convívio, o mais novo com 72 anos e o mais velho com 98. Eugénia Santos conta que a participação na atividade acontece desde a idealização da temática do calendário até à sua realização e divulgação. O passado de cada um dos utentes também é tido em consideração e dá um exemplo: “temos uma senhora de 90 anos que foi peixeira de profissão e a sua representação no mês de junho é com uma canastra de peixe a vender de porta em porta”.

Também as famílias são envolvidas na escolha do vestuário e na preparação do cenário.

Os 100 calendários feitos para o ano 2020 já esgotaram. Foram comprados pelos familiares e pela comunidade dos Milagres, a cinco euros cada. A diretora técnica explica que alguns fornecedores da instituição costumam associar-se à iniciativa. Este ano foi a vez da Vitoriagás, fornecedora de gás, e Maria Angélia A. Pina Santos, fornecedora de combustível.

A verba angariada nesta atividade destina-se à construção da nova sede da instituição que terá as valências de estrutura residencial para pessoas idosas, centro de dia e serviço de apoio domiciliário.

(Notícia publicada na edição de 9 de janeiro de 2020 do REGIÃO DE LEIRIA)

Patrícia Duarte
Jornalista
patricia.duarte@regiaodeleiria.pt