Chamamentos para a população voltar à “normalidade” e termos como “gripezinha” para descrever a atual pandemia causada pela Covid-19, inundaram os jornais brasileiros nas duas últimas semanas. O autor das declarações é o presidente da República, que tem discordado publicamente das recomendações feitas pela OMS e também pelo seu ministro da Saúde do Brasil, Luiz Mandetta.

Artigo exclusivo para os nossos assinantes

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é assinante, entre com a sua conta. Entrar