É um registo bem diferente do que é habitual. Pela primeira vez, o Banco Alimentar Contra a Fome não vai recorrer a voluntários para proceder à campanha de recolha de bens alimentares, agendada para o último fim de semana de maio.

A situação de distanciamento, causada pela pandemia, levou o Banco Alimentar a adotar uma estratégia diferente para a campanha deste ano, em nome da “proteção de todos”. “Será uma campanha AJUDA VALE que irá decorrer entre os dias 21 e 31 de maio nos supermercados”, explica o Banco Alimentar.

Para contribuir basta fazer as compras, como habitualmente, nos supermercados durante esses dias e adquirir os vales que estão disponíveis nas caixas de pagamento.

Cada vale corresponde a um produto alimentar doado que será entregue ao Banco Alimentar da região. “Uma ajuda que não pesa mas vale”, explica a organização.

A par da campanha realizada nos supermercados, o Banco Alimentar Contra a Fome tem em curso uma campanha online, que permite que qualquer pessoa possa contribuir para esta causa e doar alimentos, sem sair de casa. Através do site www.alimentestaideia.pt, os cidadãos podem selecionar os alimentos, as quantidades e a que banco doar o seu contributo.

Escuteiros mobilizam estruturas locais para ajudar

Habituados a colaborar presencialmente na campanha do Banco Alimentar, e dado o cancelamento da recolha prevista para este ano, o Corpo Nacional de Escutas (CNE) decidu lançar uma campanha nacional, através das suas estruturas regionais e locais, por forma a que os alimentos recolhidos pelos agrupamentos de escuteiros, sejam enviados diretamente para o Banco Alimentar.

Na região, os vários agrupamentos de escuteiros estão a proceder a essa recolha, com locais e horários definidos. Quem pretender fazê-lo, deve contactar com o agrupamento de escuteiros da sua localidade e acertar a entrega.

Boa Vista, Vieira de Leiria, Cruz da Areia, Porto de Mós, Monte Real, entre muitos outros, são alguns dos agrupamentos que já divulgaram os horários de recolha dos alimentos.

O Banco Alimentar iria fazer a sua recolha de alimentos nos dias 30 e 31 de Maio, mas devido à situação do Covid-19 foi…

Publicado por Freguesia Alqueidão da Serra em Segunda-feira, 18 de maio de 2020

Em todo o processo de recolha, manuseamento e posterior entrega do Banco Alimentar, refere o CNE – Região de Leiria-Fátima, serão seguidas as normas de segurança.