Assinala-se hoje o Dia Internacional da Reciclagem. Entre os muitos projetos existentes na região, um dos mais recentes arrancou, em março, no LeiriaShopping.

Fazer do velho novo tem agora outro significado para os clientes do hipermercado Continente. Trata-se de um sistema de entrega de garrafas de plástico que oferece em troca vales de desconto em compras.

O procedimento é muito simples: o cliente desloca-se junto à máquina disponível nas instalações do hipermercado e deposita uma a uma as embalagens de bebidas não lácteas em plástico PET, com capacidade entre 0,1 e 2 litros.

No final recebe um vale de desconto que pode ser utilizado em compras em qualquer loja da cadeia Continente. Em alternativa, poderá fazer a doação do valor a uma instituição de solidariedade social.

Por cada embalagem até 0,5 litros o cliente recebe 2 cêntimos e para as garrafas com capacidade superior a 0,5 litros, 5 cêntimos. O novo equipamento aceita apenas embalagens que “estejam vazias, com tampa, que não estejam deformadas e que tenham o código de barras legível”, explica Pedro Lago, responsável pelo projeto na Sonae MC.

Desde que o sistema entrou em funcionamento, há pouco mais de um mês, foram entregues 16 mil embalagens no equipamento instalado na loja de Leiria, o que correspondeu a uma atribuição de mais de 700 euros.

De acordo com Pedro Lagos, os clientes “têm reagido de forma extremamente positiva”. E acrescenta: “consideram muito importante aumentarem-se as taxas de reciclagem e estão disponíveis para contribuírem para esse objetivo e, consequentemente, para um planeta mais saudável”. Apesar do sistema ser novidade, a adaptação ao seu modo de funcionamento “tem sido fácil, já que é muito intuitivo”, adianta o responsável.

Este novo sistema faz parte de um projeto-piloto de âmbito nacional e abrange 23 superfícies comerciais de norte a sul do país. O projeto é financiado a 100% pelo Ministério do Ambiente e da Ação Climática (MAAC), através do Fundo Ambiental, num montante de 1 milhão e 665 mil euros, e gerido por um consórcio composto pela Associação Águas Minerais e de Nascente de Portugal, Associação Portuguesa das Bebidas Refrescantes Não Alcoólicas (PROBEB) e Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição (APED).

Esta iniciativa serve também como forma de preparação para um futuro sistema de depósito de embalagens de bebidas em plástico, vidro, metais ferrosos e alumínio, obrigatório a partir de janeiro de 2022.