Catorze concelhos dos distritos de Faro, Castelo Branco, Santarém e Portalegre apresentam hoje um risco muito elevado de incêndio, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA). Concelhos do distrito de Leiria estão na lista de risco elevado em relação aos fogos.

Em risco muito elevado estão os concelhos de Vila de Rei, Vila Velha de Ródão Proença-a-Nova (Castelo Branco), Mação, Sardoal (Santarém), Gavião, Nisa (Portalegre), Aljezur, Silves, Loulé, São Brás de Alportel, Tavira, Castro Marim e Alcoutim (Faro).

O IPMA colocou também vários concelhos dos distritos de Leiria, Faro, Beja, Santarém, Portalegre, Castelo Branco, Coimbra, Viseu, Guarda, Vila Real e Bragança em risco elevado de incêndio.

Na manhã desta quinta-feira, 28, de acordo com a plataforma de medição do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), Alvaiázere, Castanheira de Pêra, Figueiró dos Vinhos e Pedrógão Grande apresentavam grau elevado de risco de incêndio florestal. Já Ansião, Batalha, Bombarral, Leiria, Marinha Grande, Óbidos, Pombal e Porto e Mós estavam na categoria de risco moderado.

De acordo com o IPMA, pelo menos até ao fim de semana vai manter-se o risco de incêndio muito elevado em vários concelhos do continente.

Este risco de incêndio determinado pelo IPMA tem cinco níveis, que vão de reduzido a máximo.

Os cálculos para este risco são obtidos a partir da temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.

Por causa do tempo quente, o IPMA colocou os distritos de Braga, Aveiro, Coimbra, Leiria Lisboa e Setúbal sob aviso amarelo até às 21:00 de hoje devido à persistência de valores elevados da temperatura máxima.

O aviso amarelo é emitido pelo IPMA sempre que existe uma situação de risco para determinadas atividades dependentes da situação meteorológica.

As temperaturas mínimas vão oscilar entre os 17 graus Celsius (Guarda, Bragança e Leiria) e os 21 (Viseu e Porto) e as máximas entre os 28 (Guarda e Porto) e os 35 (Setúbal e Santarém).