Quando é impossível ir a casa dos pais abastecer-se, Vânia Silva chega aos supermercados e fica a olhar para as bancas de legumes: “Muitas vezes dou por mim a pensar: ‘o que é que eu vou comprar…?’ Não dá mesmo”. Habituada a consumir hortícolas produzidos em A-dos-Pretos, na Maceira, a recordista nacional do lançamento do martelo tem dificuldade em substituir o sabor genuíno das courgettes, alfaces ou feijão verde da “dona Albertina” por outros menos… naturais.

Artigo exclusivo para os nossos assinantes

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é assinante, entre com a sua conta. Entrar