Passam poucos minutos das dez da manhã e está tudo a postos na Villa Portela. O dia promete calor inclemente, mas os cinco artistas estão entusiasmados: há 20 toneladas de calcário à espera de ganhar forma e o tempo urge.

Artigo exclusivo para os nossos assinantes

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é assinante, entre com a sua conta. Entrar