A câmara da Castanheira de Pera exigiu que o Hospital dos Covões, em Coimbra, seja preservado e modernizado com todos os serviços em funcionamento.

Em comunicado, datado de terça-feira, dia 28, na sequência de uma moção aprovada por unanimidade, o executivo liderado por Alda Carvalho reclama “a inversão da política de desconsideração do Hospital dos Covões por parte do Governo”.

Essa política do Ministério da Saúde tem vindo “a destruir o hospital, com as limitações ou fecho de serviços”, como neurologia, neurocirurgia, gastrenterologia e doenças infecciosas, entre outros, tendo já fechado a cardiologia, ao nível da enfermaria, e o Laboratório de Hemodinâmica”, lamenta a câmara municipal.

Exigindo que aquele complexo de saúde de Coimbra, na margem sul do rio Mondego, “responda aos anseios das populações da região Centro”, a câmara afirma que “as diversas valências e especialidades fizeram deste hospital uma referência nas escolhas e preferência da população do concelho” de Castanheira de Pera.

“O serviço de Pneumologia do Hospital dos Covões será transferido para os Hospitais da Universidade de Coimbra (HUC), segundo veio a público, tal como a passagem do Serviço de Urgência Polivalente para Serviço de Urgência Básica”, sublinha.

A autarquia defende que o Ministério da Saúde “fomente um plano consciente e uma visão que sirva os interesses das populações adjacentes de Coimbra (…), onde pela rapidez de deslocação e acessibilidades os munícipes de Castanheira de Pera pretendem continuar a ter assistência (…) com todos os serviços em pleno funcionamento”.

Aprovada na última sessão do executivo, por proposta da presidente, a moção foi enviada ao primeiro-ministro, António Costa, e à ministra da Saúde, Marta Temido, além dos partidos representados na Assembleia da República.

Da sub-região do Pinhal Interior, também a Assembleia Municipal e a Câmara da Lousã aprovaram este mês, por unanimidade, idênticas moções contra o alegado desmantelamento do Hospital dos Covões, uma causa que em Coimbra tem permitido a convergência de diferentes partidos, organizações sindicais e profissionais.