Vinte tocadores de concertina vão percorrer mais de 100 quilómetros nas Serras de Aire e Candeeiros no dia 26, assinalando o 19º Encontro Nacional de Tocadores de Concertinas da Barrenta, no concelho de Porto de Mós, distrito de Leiria.

Depois de ter anunciado uma edição especial do encontro devido à pandemia de covid-19, ligando ‘online’ tocadores de todo o país, o Centro Cultural da Barrenta – Grupo de Concertinas da Barrenta divulgou hoje que, no mesmo dia, dois camiões-palco vão percorrer 105 quilómetros das Serras de Aire e Candeeiros, atuando em 12 lugares ao longo de dez horas.

“Não podemos fazer o encontro no formato que sempre fizemos, mas não quisemos deixar de assinalar este dia, que é esperado por muitos tocadores de concertina que se deslocam até à Barrenta ano após ano, mas também para as populações das aldeias do município de Porto de Mós, que nos apoiam incondicionalmente”, explica em comunicado Ricardo Pereira, um dos responsáveis pela organização.

Os tocadores vão atuar num percurso pensado para abranger “o máximo de pessoas possível”, tentando evitar que o público saia de casa, mas que desfrute “um pouco da nossa música”.

“É um caminho exigente e ambicioso, porque é extenso, são muitas horas, mas pensamos que valerá a pena”, acrescenta Ricardo Pereira.

Em paralelo, o 19º Encontro Nacional de Tocadores de Concertina divulgará ‘online’, na página do Facebook do Grupo de Concertinas da Barrenta, os grupos que habitualmente atuam na pequena aldeia do concelho de Porto de Mós.

Dessa forma a organização conta “ligar centenas de tocadores e respetivos grupos através dos seus lugares à pequena aldeia na Serra de Aire, com toda a segurança, evitando as habituais multidões que ali se deslocam”.

Na edição de 2019, a Barrenta, um pequeno lugar com 38 habitantes que pertence à União de Freguesias de Alvados e Alcaria, juntou 500 tocadores de concertina e acolheu milhares de visitantes.