O incêndio que deflagrou hoje ao início da tarde numa zona de mato em Ourém, entrou em fase de resolução às 19h03, disse à Lusa fonte do Comando Distrital de Operações de Socorro (CDOS) de Santarém.

Fonte do CDOS indicou à Lusa que o incêndio, que chegou a ter duas frentes ativas e o apoio de dez meios aéreos, foi dado como em resolução às 19h03, depois de cerca de sete horas após o seu início.

A mesma fonte referiu à Lusa, durante a tarde, que não havia casas em perigo e que o fogo estava circunscrito a uma zona de pinho, eucalipto e mato.

Às 21h31 estavam mobilizados para o fogo de Ourém 298 operacionais, apoiados por 95 veículos, segundo a página na Internet da Autoridade Nacional de Emergência e Proteção Civil.

O alerta para o incêndio na freguesia de Matas e Cercal, foi dado às 12h30.

Ao final da tarde, Luís Albuquerque, presidente da Câmara de Ourém, prestou declarações aos jornalistas e mostrava-se satisfeito com a evolução dos trabalhos no combate ao incêndio. Algumas pessoas chegaram a ser retiradas por precaução das suas habitações, por segurança, adiantou.

LO com Lusa