Assinar Edições Digitais


Ambiente

Jovens alertam Governo para a urgência da modernização da Linha do Oeste

Os jovens de Caldas da Rainha apontam a Linha do Oeste como estando “há muito esquecida”.

Jovens do movimento climático manifestam-se, na sexta-feira, a favor das obras urgentes de modernização da Linha ferroviária do Oeste, aderindo à mobilização internacional ‘Fridays For Future’.

Convocada em Portugal pela plataforma Salvar o Clima, a manifestação de Caldas da Rainha, no distrito de Leiria, procura sensibilizar para a “falta de condições, pouca acessibilidade e horários por vezes inadequados às necessidades reais das populações que a linha serve”.

A manifestação arranca às 10 horas de sexta-feira, 25 de setembro, desta vez em formato virtual e online.

Numa carta aberta ao ministro das Infraestruturas, hoje divulgada, os jovens lembram que “a linha ficou há muito esquecida” e “pouco ou nada sofreu melhorias”.

Apesar de o concurso para a empreitada entre Torres Vedras e Caldas da Rainha já ter sido lançado e se encontrar consignada, falta o Governo lançar concurso para as obras entre Torres Vedras e Caldas da Rainha, o que leva o movimento a concluir que “o atraso [das obras] será, até ao momento, de pelo menos três anos face ao que estava previsto”.

“Tais atrasos não têm justificação e acarretam elevados custos para o bem-estar da população e para o planeta”, levando a população a optar por alternativas de transporte que diminuem a procura na Linha ferroviária do Oeste, sublinharam.

Além disso, referiram, a eletrificação da linha diminuiria o consumo de combustíveis fósseis e as emissões de gases com efeito de estufa.

RL e Lusa