Shortcutz Leiria volta ao Atlas Hostel nos dias 10 e 24 de setembro, com curtas-metragens convidadas e concorrentes. Ao todo há sete produções cinematográficas para ver gratuitamente.

“Gen y geração milinar” é o filme convidado desta quinta-feira, 10 de setembro

As sessões acontem às 22 horas e acontecem no habitual formato Shortcutz: após a projeção das curtas-metragens há conversa informal sobre os filmes com realizadores e atores.

No dia 1o há uma curta convidada e duas que concorrem entre si para serem elevadas a semifinalistas e estarem apuradas para a corrida ao Grande Prémio anual.

Nesta quinta-feira, o filme convidado é “Gen y geração milinar”, de 2018, realizado por Débora Martins a partir da ideia original de Carmo Duque, sobre uma geração sem ligações emocionais e sem objetivos.

Em competição, nesse dia, estão duas curtas-metragens: “Quando for tarde”, de Matilde Calado, e “Eva”, de Bernardo Lopes. A primeira é de 2018 e reflete sobre o amor; a segunda, de 2019, trata o tema da gravidez indesejada.

Na segunda sessão do mês, o Shortcutz apresenta quatro filmes. Caminhos do Cinema Português é a produtora das duas curtas-metragens convidadas: “Banhos de Paragem” (2016), uma história sobre um filho que descobre algo perturbador sobre o pai falecido, e “A Costureirinha” (2017), sobre uma mulher que ocupa os dias a costurar e é assombrada pelo espírito de uma costureira.

Nesta sessão competitiva, “A besta”, de Rafael Soares, fala sobre uma “besta” que quando se aproxima deixa tudo em ruínas; “José”, de Diogo Lagoa e José Neves, aborda “A luta de um filho. O olhar de um pai”, como sublinha o cartaz deste concorrente.

As sessões têm lugares limitados devido à situação pandémica. Para garantir presença é necessário fazer reserva presencial no Atlas ou através das redes sociais do bar.