Através do búzio, Adriano Reis chama os espetadores a “ver, ouvir, sentir, cantar e bailar” melodias da língua crioula e da língua portuguesa.

É assim na peça de teatro criada e interpretada por Adriano Reis: “ILHAs Pratikás Kulturaís”, que estreia amanhã, quinta-feira (21h30), no Teatro Miguel Franco, em Leiria.

O espetáculo surge integrado no 25º Festival Acaso, organizado por O Nariz-Teatro de Grupo, e promete animar o serão com uma viagem pela língua crioula, através dos sons de búzio.

A viagem é realizada na “mística da Nôs SINBÔA” (búzio) – um instrumento etnocultural em vias de extinção, comum na rota dos mandingas, escravos do Sudão, Senegal e Guiné Bissau, também conhecido como “violino dos pobres” – pelas “estórias que ainda ecoam nas paredes do pelourinho e nas senzalas da Cidade Velha”, descreve o grupo O Nariz, na sinopse da peça.

Os bilhetes, para maiores de 6 anos, podem ser adquiridos em online ou na bilheteira do Teatro José Lúcio da Silva, em Leiria, pelo preço de 5 euros.