“Nós costumamos dizer que qualquer dia somos feitos de plástico”, diz Manuel Nascimento, ao descrever o problema do lixo nas zonas costeiras. À frente da iniciativa de limpeza de praias “Mar à Deriva”, Manuel e Lídia Nascimento afirmam que a quantidade de lixo nessas zonas continua a aumentar.

Há mais de 20 anos que o casal percorre o litoral do país, principalmente na zona Oeste, com um único propósito: limpar o lixo das zonas costeiras. Em 2019 criaram uma página de Facebook dedicada à iniciativa, para  “sensibilizar e alertar” a população, uma vez que apanhavam “cada vez maiores quantidades de lixo”.

Na sexta-feira, 2 de outubro, Manuel e Lídia Nascimento estiveram a limpar o porto de abrigo da Nazaré e avançam que “nunca viram nada assim”.

Entre os vários tipos de lixo que apanharam, o que mais os surpreendeu foi a quantidade de microplásticos no local. “Enchemos dois sacos de 120 litros de microplásticos”, alertam.

O casal explica que além de ser difícil apanhar todos os micro e nanoplásticos das zonas costeiras, estes acabam por “entrar na nossa cadeia alimentar”, por serem ingeridos por peixes.

“Este é um problema muito grave, também têm morrido milhares de animais marinhos devido aos microplásticos”, sublinha Manuel Nascimento, acrescentando que as espécies confundem as partículas de plástico com comida.

“Podemos deixar de o ver, mas o plástico não desaparece”, aponta. Prova disso é o vídeo abaixo, partilhado na página de Facebook do casal, e filmado no porto de abrigo da Nazaré.

Publicado por Mar à Deriva – Adrift Sea em Quinta-feira, 1 de outubro de 2020

Apesar da preocupação relacionada com os microplásticos, o casal esclarece que “90% do lixo encontrado nas praias provém de artes de pesca”.

Mais de dois mil quilos de lixo apanhados no distrito

A 19 de setembro assinalou-se o Dia Internacional da Limpeza Costeira. Para celebrar a data, decorreram, em todo o país, 160 ações de limpeza costeira entre 19 e 27 de setembro.

No distrito de Leiria realizaram-se 15 ações, num total de 2.340 quilos de lixo recolhido, avançou a Fundação Oceano Azul em resposta ao REGIÃO DE LEIRIA.

No entanto, os números deverão ser maiores, uma vez que só o Mar à Deriva realizou 11 ações na zona de Peniche, tendo recolhido 1.132 quilos de lixo.

Ainda no âmbito destas iniciativas, a One Piece After Another reuniu 70 voluntários na praia do Samouco, na Marinha Grande, a 27 de setembro.

O grupo retirou 420 quilos de lixo da praia e zona envolvente em apenas duas horas. Veja o vídeo da ação em baixo.

Vídeo: One Piece After Another