O Tribunal de Leiria aplicou prisão preventiva a dois dos três detidos no âmbito da operação de combate ao tráfico de droga “Rotas cruzadas 2”, liderada pela PSP de Leiria, no final de setembro.

Numa nota publicada na quinta-feira na página da Procuradoria da República da Comarca de Leiria, o Ministério Público informou ainda que o tribunal determinou, no dia 1 de outubro, que a outra arguida ficasse sujeita à proibição de contactar, por qualquer meio, com pessoas conotadas com o tráfico e consumo de estupefacientes.

Segundo o MP, dois dos arguidos já haviam sido condenados pelos crimes de tráfico de estupefacientes e de tráfico de menor gravidade, respetivamente, um deles em pena de prisão, que cumpriu.

Na sequência de detenção, o Ministério Público apresentou a primeiro interrogatório judicial três arguidos, dois do sexo masculino e um do sexo feminino, com idades compreendidas entre os 37 e os 51 anos.

A execução de buscas domiciliárias permitiu apreender, designadamente, cerca de 27 gramas de cocaína, 4,7 gramas de heroína, 8 gramas de canábis, 19 plantas de canábis, três armas de fogo, bem como um total de cerca de 4.265 euros em dinheiro, refere a nota do MP.

PSP realiza operação de combate ao tráfico de droga nos distritos de Leiria e Lisboa

Os arguidos encontram-se fortemente indiciados de, desde fevereiro de 2018, se dedicarem à venda de cocaína, heroína e canábis, em Leiria.

A investigação é dirigida pela 2.ª Secção do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) da Comarca de Leiria, com a coadjuvação da PSP de Leiria.

No dia 29 de setembro, uma mulher e dois homens foram detidos e outras três pessoas foram constituídas arguidas durante a operação da PSP de combate ao tráfico de droga realizada em Lisboa, Sintra, Leiria, Batalha e Pombal.

Em comunicado, a PSP de Leiria informou ter realizado oito buscas domiciliárias e oito buscas não domiciliárias nestes cinco concelhos dos distritos de Lisboa e Leiria.

A operação “Rotas cruzadas 2” faz parte de um processo de investigação que dura há cerca de dois anos e que em junho deste ano levou à detenção de 17 pessoas e à apreensão de 18 quilos de várias drogas.

A operação envolveu cerca de 30 polícias do efetivo da Esquadra de Investigação Criminal da PSP de Leiria.

Entre o material apreendido encontram-se também telemóveis, computadores portáteis, ‘tablets’, um televisor e uma consola de jogos.