Assinar Edições Digitais
Leiria

Aldeia de Natal da Matoeira também é espaço de cultura e de encontro

A venda de pão quente, simples e de chouriço, cozido em fornos a lenha é outro dos atrativos do projeto dinamizado pela população da Matoeira e do Carril

Mais do que uma Aldeia de Natal, a Associação para o Desenvolvimento da Matoeira e do Carril (ADEMAC), da freguesia de Regueira de Pontes, Leiria, construiu um espaço de cultura e de encontro para a comunidade local e visitantes.

No largo onde explora um bar – o único espaço de café do lugar -, a equipa da ADEMAC deu largas à imaginação e arregaçou as mangas logo no início de outubro para criar uma aldeia em que não faltam referências da história e etnografia local e regional, como os moinhos de água, a natureza e as grutas, ou mesmo a destruição do Pinhal de Leiria.

Uma aldeia, com cerca de 60 miniaturas animadas e estáticas e um comboio elétrico foi este ano, montada no interior de uma gruta que saiu do engenho e empenho de vários elementos da ADEMAC.

As paredes foram forradas com papel de ração para recriar o aspeto rochoso das grutas. Estalactites e estalagmites são outros detalhes do projeto, que contempla ainda alguns lagos artificiais interiores e exteriores com sistemas de bombagem que permitem a circulação constante da água.

Cerca de 300 horas de trabalho depois, o espaço abriu “formalmente” portas na passada semana. Para os mais novos, foi ainda idealizada uma casa do Pai Natal mecânico, com trenó e renas de madeira construídos para esta ocasião.

Mas não faltam outros atrativos. O pão quente, simples e de chouriço, a sair do tradicional  forno de lenha, aos domingos de manhã, não tem chegado para as “encomendas”.

No passado domingo, os dois fornos montados ao “ar livre” não descansaram enquanto não cozeram os pães amassados com 30 quilos de farinha.

Padeiros por “um dia”, Mário Carvalho, António Nóbrega, Maria Emília Miguel, Alexandre Silva e Olívia Coelho asseguraram o turno da manhã, e marcaram já encontro para este domingo, data em que os fornos deverão trabalhar todo o dia.

Ao REGIÃO DE LEIRIA, Carlos Agostinho, tesoureiro da direção, adianta que a venda de pão quente tem sido uma grande fonte de receitas para a associação, que projeta a construção a breve prazo de uma estrutura fixa para poder fazer pão todo o ano.

A Aldeia de Natal da Matoeira e Carril tem crescido de ano para ano, constituindo um ponto de atração para os cerca de 600 habitantes dos dois lugares, mas também para a freguesia e visitantes de outras zonas do concelho.

Este ano, apesar da pandemia, não quisemos baixar os braços. A conjuntura em que nos encontramos deu-nos mais vontade para desenvolver atividades que envolvessem a nossa comunidade, em segurança”

Manuela Brás, presidente da direção da ADEMAC

Vítor Matos, presidente da Junta de Freguesia, enaltece o esforço da associação com um projeto que tem levado “o nome da freguesia mais longe”.

“O presépio vai evoluindo de ano para ano e tem uma qualidade espetacular. Acho que merece o reconhecimento”, nota, destacando o trabalho da ADEMAC ao longo do anos para a dinamização destes dois lugares e melhoria da qualidade de vida da população.

Quanto às normas de segurança estão garantidas. Na gruta só podem entrar duas pessoas de cada vez e a máscara é obrigatória. A aldeia de Natal pode ser visitada até 23 de janeiro.

Notícia publicada na edição do REGIÃO DE LEIRIA de 17 de dezembro de 2020 e editada

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.