Assinar


Leiria

Furtadas pelo menos 17 tampas de saneamento do SMAS de Leiria desde quinta-feira

De acordo com a entidade, os casos têm ocorrido “pelo concelho inteiro”, desde a zona urbana de Leiria até Santa Eufémia

Os Serviços Municipalizados de Água e Saneamento (SMAS) de Leiria informaram hoje que desde quinta-feira foram identificadas pelo menos 17 tampas de saneamento furtadas e apelam à população para estar vigilante.

“O furto de tampas de saneamento começou no fim de semana, intensificou-se durante a semana e, de forma mais intensiva, desde quinta-feira. Ontem [quinta-feira] foi identificado o furto de 11 tampas e mais seis hoje”, disse à agência Lusa o diretor-delegado de administração do SMAS, Leandro Sousa.

Segundo Leandro Sousa, a situação tem ocorrido “pelo concelho inteiro”, desde a zona urbana de Leiria à Boavista, Milagres, Chãs (Regueira de Pontes), Santa Eufémia ou Maceira.

“Estamos agora a preparar a listagem dos locais onde ocorreram os furtos para fazer a participação às forças policiais”, declarou, advertindo que a situação “é grave”, não apenas porque alguém pode cair, como também podem ocorrer acidentes de viação, como sucedeu na quinta-feira, “só com danos materiais”.

O diretor-delegado de administração do SMAS adiantou que cada tampa de saneamento tem um custo de cerca de 60 euros, mas que a sua colocação ou reparação exige “trabalho de serralheiro e pedreiro”, pelo que o prejuízo do furto de cada uma é na ordem dos 100 euros.

Referindo que estão a ser repostas tampas nos locais onde foram identificados os furtos, este responsável observou, contudo, que os SMAS “não têm mais tampas em ‘stock’”, pelo que tem de adquirir.

“A única explicação que encontramos para os furtos é a venda do ferro”, admitiu.

Na sua página na rede social Facebook, o SMAS alerta para a situação, que classifica como “anómala e incompreensível”, destacando que “este ato tem consequências graves, porque a falta de uma tampa de esgoto pode provocar acidentes na via pública”.

“Pedimos a ajuda de todos no sentido de estarem vigilantes”, lê-se na mensagem, solicitando aos cidadãos que na eventualidade de identificarem alguma situação contactem o SMAS através do número de telefone 800202252.

Leandro Sousa salientou “ser importante que os cidadãos informem, porque a rede é bastante grande”.

“Neste momento, temos uma equipa a fazer um circuito pelo concelho, mas eventualmente pode não conseguir detetar todas as tampas furtadas”, adiantou, reconhecendo que situações idênticas “já aconteceram no passado”.

De acordo com o responsável, além das tampas de saneamento do SMAS, têm sido furtadas também “tampas pluviais da câmara e das juntas, e tampas do emissário da responsabilidade da Águas do Centro Litoral”.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.