Assinar
Leiria

PSD propõe atribuir nome de Carlos Vieira à futura ciclovia do rio Lis

O presidente da Câmara de Leiria manifestou disponibilidade para levar a proposta ao município da Marinha Grande, parceiro neste projeto

A apreciação do projeto de execução da futura ciclovia do rio Lis, entre a cidade de Leiria e a foz, na Praia da Vieira, foi adiada esta tarde para uma próxima reunião do executivo da Câmara de Leiria.

Ainda assim, o vereador Fernando Costa, do PSD, propôs à maioria socialista que fosse atribuído ao futuro percurso o nome de Carlos Vieira, ciclista-bombeiro de Leiria, que faleceu na passada semana aos 68 anos. Sugeriu ainda que a proposta fosse apresentada ao Município da Marinha Grande, que partilha o projeto da ecovia com Leiria.

Gonçalo Lopes, presidente da Câmara de Leiria, disse que lhe parecia ser uma “boa ideia” e que ia abordar a questão com a Câmara da Marinha Grande.

A proposta dos vereadores do PSD surgiu aquando da aprovação de um voto de pesar pelo falecimento do atleta e recordista e por saber da intenção da autarquia em chamar Carlos Vieira à recém-inaugurada ciclovia na avenida Heróis de Angola.

Fernando Costa considerou contudo “pouco” este reconhecimento, por entender que passaria despercebido pelo facto de o percurso ciclável estar enquadrado na Heróis de Angola, uma das principais avenida da cidade.

Entretanto, o executivo da Câmara de Leiria aprovou hoje por unanimidade um voto de pesar pela morte de Carlos Vieira, que exerceu funções como bombeiro durante cerca de 30 anos no corpo dos Bombeiros Municipais, “causa que sempre defendeu com grande fervor”.

“O ciclismo foi outra paixão que o acompanhou ao longo da sua vida, tendo representado clubes como F. C. de Alverca, Sporting Clube de Portugal, Flores do Lis, G. D. Cela, Bairro dos Anjos, Núcleo Sportinguista de Leiria, Casa do Benfica de Leiria e a União de Ciclismo de Leiria”, refere a nota da autarquia, que destaca ainda o Recorde Mundial de Resistência em Bicicleta, que Carlos Vieira conquistou em 1983, ao pedalar durante 191 horas sem parar, entre outras provas.

Segundo o Município, que determinou na passada semana dois dias de Luto Municipal, Carlos Vieira foi “um dos grandes e orgulhosos embaixadores de Leiria” tendo levado “frequentemente o nome da cidade e de toda a região a vários países do mundo, fosse em ações junto de comunidades portuguesas residentes no estrangeiro, fosse, por exemplo, na promoção de ligações entre Leria e as suas cidades geminadas, que concretizou com Olivença, Saint-Maur-des-Fossés, Olavarría, Rheine e Quint-Fonsegrives”.

(Notícia atualizada às 18h10 com informação relativa ao voto de pesar aprovado em reunião de Câmara)

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.