Assinar
Saúde

António Casalinho e Surma nas M-Talks 4ALL dedicadas à região Centro

Programa de conversas do Festival Mental dedica as próximas duas semanas a convidados da região.

O bailarino António Casalinho e a compositora e produtora Surma, ambos de Leiria, são dos dos convidados das M-Talks 4ALL, conjunto de conversas que o Festival Mental está a promover e que durante esta e a próxima semana são dedicadas à região Centro.

O festival, que nasceu em 2017 dedicado à saúde mental, programando cinema, artes e informação, ou seja “para falar claro e abertamente sobre os problemas que as situações como as que vivemos atualmente provocam”, como sublinha a organização, lançou há um ano um programa diário de conversas.

As M-Talks 4ALL estão agora na segunda edição e são dedicadas à Recuperação e Resiliência, passando por cinco regiões do continente. Agora é o Centro que está no eixo destas conversas, iniciativa do Programa Nacional Para a Saúde Mental da Direção-Geral da Saúde em parceria com a Safe Space Portugal, produtora do Festival Mental.

A primeira semana dedicada ao Centro, arrancou esta segunda-feira com um encontro com o psiquiatra João Redondo, coordenador regional de Saúde Mental da ARS Centro.

Terça, dia 23 de março, a conversa é com a enfermeira especializada em Saúde Mental, Goreti Neves.

O bailarino António Casalinho, de Leiria, é o convidado da sessão de quarta-feira, dia 24. Carlos Antunes, arquiteto especializado em arrquitectura cavernícola, está à conversa na quinta, dia 26, encerrando a semana Surma, também de Leiria, com conversa marcada para dia 26.

As M-Talks 4ALL são transmitidas diariamente às 11 horas em vários canais: no Youtube da DGS, no Youtube do Mental e na IGTV do Instagram do Festival Mental.

Já o Festival Mental propriamente dito, tem a 5ª edição prevista de 20 a 23 de maio, no Cinema São Jorge, em Lisboa, entre outras salas que integram a programação alargada do evento.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.