Assinar
Leiria

Centro Escolar de Marrazes avança três anos depois da suspensão da obra

O projeto foi reformulado e inclui a transformação do recinto desportivo num pavilhão com 824 lugares sentados.

Parada há quase três anos, a construção do Centro Escolar de Marrazes, em Leiria, deverá entretanto avançar, tendo o novo projeto sido aprovado esta terça-feira em reunião de Câmara. O executivo aprovou ainda por unanimidade o lançamento do respetivo concurso, com um preço-base de 6,9 milhões de euros.

Além da conclusão dos dois blocos de salas de aulas e atividades para o 1º ciclo e educação pré-escolar, com 16 e oito salas respetivamente, entre outros espaços e valências, o projeto inclui a transformação do recinto desportivo inicialmente previsto num pavilhão com 824 lugares sentados e homologado para a prática de diversas modalidades.

Segundo as estimativas avançadas pelo Município, o investimento total rondará os 8,4 milhões de euros, considerando os trabalhos já executados e que orçam em cerca de 1,5 milhões.

Recorde-se que o primeiro concurso foi lançado em 2016 por cerca de 4,9 milhões de euros, tendo a empreitada sido adjudicada por 3,9 milhões. A obra arrancou em janeiro de 2017 mas foi suspensa em abril de 2018 “por incumprimento da anterior empresa de construção”, tendo a Câmara apenas conseguido a revogação do contrato da empreitada em agosto do ano passado.

Com um prazo de execução estimado em 18 meses, o novo equipamento escolar irá integrar os jardins-de-infância de Outeiros da Gândara, Janardo, Bairro das Almuinhas e nº 2 de Marrazes, além da Escola Básica n.º 2 de Marrazes, num total de cerca de 600 crianças.

Além “da correção de anomalias, houve oportunidade para a revisão do projeto inicial” e “melhorar alguns aspetos”, nomeadamente a criação de mais lugares de estacionamento que passarão a ser 210 e de zonas para veículos pesados de passageiros, refere a autarquia.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.