Assinar
Mercado Exclusivo

Comércio precisa de abrir mas quer evitar novo confinamento

Clientes ganharam confiança e registou-se um aumento da frequência dos estabelecimentos comerciais, mas faturação continua muito longe de anos anteriores.

Os gestores dos estabelecimentos comerciais abertos ao público, embora sujeitos a restrições, consideram que existe um desagravamento dos negócios em comparação com o primeiro confinamento e defendem um alívio progressivo das medidas em vigor.