Assinar
Batalha

Parceria planeia transformar campo da Torre em pavilhão até 2023

Localizado junto às instalações do Centro Recreativo e Desportivo da Torre, o campo conta agora com a perspetiva de reabilitação.

O Campo da Torre, no Reguengo do Fetal, deverá transformar-se no “Pavilhão da Magueixa”, consequência do acordo de parceria entre autarquias e coletividade local. A parceria já viu luz verde dos deputados municipais e pretende dar nova vida ao equipamento desportivo existente na localidade.

Localizado junto às instalações do Centro Recreativo e Desportivo da Torre (CRDT), o campo conta agora com a perspetiva de reabilitação, com a autarquia da Batalha a revelar o arranque do projeto para a regeneração e reconversão do complexo desportivo.

A proposta da parceria, anunciou hoje o município em comunicado, partiu da direção da coletividade local. Em concreto, “este acordo tripartido inédito no concelho”, contempla um “Programa de construção e dinamização de edifício de eventos desportivos e formação no lugar da Torre”, e que viabilizará a construção do “Pavilhão da Magueixa”, no lugar da Torre, explica o município.

O acordo, que além da Câmara da Batalha e do CRDT, envolve igualmente a Junta de freguesia do Reguengo do Fetal, irá permitir “proceder à requalificação e melhoramento do espaço desportivo existente, que já possui algumas instalações, nomeadamente balneários, bancadas e campo de jogos, embora os registando níveis visíveis de degradação sendo necessário uma intervenção profunda”, adianta a autarquia.

A intervenção prevista contempla, numa primeira fase, uma intervenção ao nível dos acessos e arranjos exteriores, fundações e estrutura, fachada e cobertura.

A segunda fase incide sobre as bancadas e espaços interiores, área social e de apoio e o edifício nascente. A terceira e última fase implica uma intervenção ao nível das instalações técnicas, acabamentos, piso e equipamentos.

Sem adiantar os custos inerentes à reconversão do equipamento desportivo, a autarquia divulgou o plano proposto pela coletividade e que aponta o ano de 2023 como a data prevista para a inauguração das obras e entrada em funcionamento do novo pavilhão.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.