Assinar
Alcobaça

Prisão preventiva para homem que agredia a mãe em Alcobaça

O suspeito já tinha sido detido em outubro do ano passado pelo mesmo tipo de crimes

Um homem de 47 anos, residente em Pataias, Alcobaça, ficou sujeito a prisão preventiva por suspeita de violência doméstica sobre a mãe, de 74 anos.

Segundo comunicado da GNR de Leiria, o indivíduo, com antecedentes criminais por ilícitos da mesma natureza, foi detido na segunda-feira e presente ao Tribunal Judicial de Leiria para primeiro interrogatório e aplicação das medidas de coação.

A detenção resultou de uma investigação desenvolvida pelo Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas (NIAVE), tendo os militares apurado que o arguido “infligiu, reiteradamente, maus-tratos verbais, psicológicos e físicos à vítima”, que chegou a receber tratamento hospitalar.

Num comunicado, a GNR descreve ainda que o agressor, desempregado e dependente economicamente, “exigia à vítima quantias monetárias” para comprar droga, “coagindo-a com ameaças de morte e agressões físicas com violência, nomeadamente através de estrangulamento”.

Ainda segundo aquela força policial, “a vítima foi obrigada a pedir quantias monetárias à população local, com o objetivo de angariar dinheiro suficiente para o suspeito adquirir produto estupefaciente para o seu consumo diário”.

André Gonçalves, do comando Territorial de Leiria da GNR, disse à Lusa que as agressões já eram conhecidas desde outubro de 2020, altura em que a vítima “teve que receber tratamento hospitalar” e em que o filho foi detido e sujeito à medida de coação de termo de identidade e residência, proibição de contactar com a mãe ou frequentar a habitação, e obrigatoriedade de se submeter a um tratamento contra a toxicodependência.

Com Lusa

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.