Assinar


Nazaré

Centro Escolar de Famalicão na Nazaré abre no próximo ano letivo

O novo estabelecimento de ensino teve um investimento de 1.844.734 euros.

A Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares decretou a extinção da Escola Básica da Quinta Nova, cujos alunos vão ser integrados no Centro Escolar de Famalicão, preparado para abrir portas no próximo ano letivo, anunciou a Câmara da Nazaré.

A DGEST – Direção Geral dos Estabelecimentos Escolares de Lisboa e Vale do Tejo “já oficializou a extinção da Escola Básica da Quinta Nova por integração na Escola Básica de Famalicão [Centro Escolar], no próximo ano letivo”, medida que, segundo a Câmara da Nazaré, “terá efeitos a partir do final do mês de agosto”.

Com a extinção da escola todos os alunos inscritos e a frequentar o 1.º ciclo do ensino básico e o Jardim de Infância da freguesia de Famalicão passarão a frequentar o novo Centro Escolar, o terceiro a ser construído naquele concelho do distrito de Leiria.

O Centro Escolar de Famalicão está pronto desde janeiro, tendo na altura o presidente da Câmara da Nazaré, Walter Chicharro, explicado à agência Lusa que a sua entrada em funcionamento aguardava que fosse concluída, por parte da DGESTE “a atribuição de um número de escola”.

Construído de raiz numa zona de expansão da freguesia, onde se concentram equipamentos e serviços, o Centro Escolar de Famalicão conta com duas salas de atividade para o pré-escolar e quatro salas de aula para o 1.º ciclo do ensino básico, biblioteca escolar, sala multimédia, secretaria, sala de professores/educadores, cozinha, refeitório, zonas de recreio exterior (descoberto e coberto) e um campo de jogos exterior (descoberto).

O novo estabelecimento educativo teve um investimento de 1.844.734 euros, com uma comparticipação de fundos europeus no valor de 1.256.644 euros e uma participação da Câmara orçada em 588.089 euros.

“Este equipamento irá completar a rede de novas infraestruturas escolares previstas na Carta Educativa Municipal, garantindo a cobertura total de condições semelhantes ao nível da educação pré-escolar e 1.º ciclo do ensino básico, que atualmente se distribuem por várias salas em Famalicão, Raposos e Quinta Nova”, lê-se num comunicado da Câmara.

Segundo a autarquia, para além de resolver a atual situação de dispersão dos recursos educativos da freguesia, o novo centro escolar “irá contribuir para a igualdade de oportunidades de acesso a espaços educativos de dimensão adequada ao sucesso educativo, o sucesso escolar dos alunos, a promoção e qualificação dos recursos, o funcionamento de apoios coordenados para os diferentes grupos etários e a valorização ambiental e energética do edifício”.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.