Assinar
Leiria

Dupla de designers da região conquista segundo lugar em concurso europeu de ideias de negócio

Apresentaram a concurso um módulo de canto para isolamento de frequências e reverberações acústicas, alternativo aos painéis de parede em espumas sintéticas

Um módulo que usa desperdício têxtil em vez de espumas sintéticas, para isolar “frequências e reverberações acústicas”, valeu a dois designers da região, o segundo lugar no Europe Enterprise Challenge, uma competição europeia de inovação e empreendedorismo que reúne as melhores ideias de negócio de estudantes de todo o continente europeu.

Salomé Novo e Rafael Pereira, segundos classificados no Europe Enterprise Challenge Foto: IPL

Rafael Pereira, da Marinha Grande, e Salomé Novo, da Batalha, recém-licenciados da Escola Superior de Artes e Design das Caldas da Rainha (ESAD.CR) do Politécnico de Leiria, desenvolveram o projeto distinguido na Europa, no âmbito da unidade curricular de Design e Inovação, do terceiro ano da licenciatura em Design Industrial.

A dupla vencedora da componente nacional do Start Up Programme da Junior Achievement Portugal, representou o país no desafio anual europeu que decorreu em julho, em formato online.

Apresentaram a concurso o “MUTE Música Têxtil”, um “módulo de canto para isolamento de frequências e reverberações acústicas, alternativo aos painéis de parede em espumas sintéticas, realizado a partir de desperdícios têxteis”, adianta o Politécnico de Leiria, em comunicado.

Este produto, destinado a ser usado em “aplicações profissionais na indústria da música,pode igualmente ser utilizado em outras situações, incluindo o espaço doméstico”. A ideia surgiu na sequência da atividade musical de um dos elementos desta dupla de designers e levou em conta a “observação de problemas detetados na produção, aplicação e utilização dos painéis acústicos convencionais”.

Painel saído da reutilização de desperdício têxtil é a proposta da dupla da região Foto: IPL

O projeto teve ainda motivações saídas das “preocupações ambientais e ecológicas dos autores”, explica o politécnico.

“Representar Portugal é uma experiência emocionante. Acreditamos no valor do nosso projeto, e sentimo-nos muito felizes pelo seu reconhecimento. Enquanto designers, esta distinção traz-nos confiança sobre um futuro mais consciente e sustentável. Agradecemos imenso toda a confiança e apoio”, referem os jovens designers Salomé Novo e Rafael Pereira, citados na nota de imprensa do Politécnico de Leiria divulgada esta sexta-feira.

O vencedor do Europe Enterprise Challenge é oriundo da Grécia, com o projeto Swim.me, um dispositivo vestível inteligente que preserva a orientação de nadadores cegos numa piscina.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.