Assinar


Cultura

Festival Afonso Lopes Vieira leva poesia, concertos e pintura a São Pedro de Moel

A edição de 2021 do festival arranca amanhã com a programação habitual, mas também com novidades.

Dezenas de atividades animam até domingo São Pedro de Moel no âmbito do festival que recorda a vida e obra do poeta Afonso Lopes Vieira (1878-1946), que viveu naquela praia do concelho da Marinha Grande.

Entre visitas encenadas, concertos, teatro, exposições, feira do livro infantil, exibição de artesanato, oficinas para crianças, a já tradicional poesia declamada nas ruas e o passeio poético com Afonso Lopes Vieira e a família Rey Colaço, o programa para 2021 contempla algumas novidades relativamente a edições anteriores.

O festival promovido pela Protur – Associação para a Promoção do Turismo de São Pedro de Moel conta este ano com a estreia de um documentário realizado por Álvaro Romão, “Ar livre – Da vida em São Pedro de Moel”, que procura registar a identidade do lugar, através da arquitetura, literatura, memória cultural e quotidiano da praia da Marinha Grande. 

Por outro lado, um conjunto de encontros denominados “Jornadas da Floresta” convocam a comunidade local e regional “a imaginar e construir um futuro sustentável, inclusivo e belo”, explica a organização em comunicado enviado à Lusa.

Estas conversas sobre arquitetura, turismo e arte de São Pedro de Moel vão contar com a participação, entre outros, de Gonçalo Byrne, Susana Lobo, Pedro Appleton, João dos Santos e Sónia Guerra.

Nas artes plásticas, os artistas Tiago Baptista, Paula Ferreira, Mariana Gomes e João dos Santos vão desenvolver durante dois dias uma maratona de pintura no pátio da Casa-Museu Afonso Lopes Vieira (em jornadas de nove horas seguidas), criando trabalhos para uma exposição a inaugurar no sábado à tarde.

A nível da programação musical, estão agendados concertos de Miguel Calhaz para a noite de amanhã, dia 20, e Fio-Manta e Lavoisier no sábado, dia 21.

O Festival Afonso Lopes Vieira arranca esta sexta-feira em três palcos de São Pedro de Moel: Jardim do Vale, Casa-Museu Afonso Lopes Vieira e Jardim do Bambi. E termina domingo à noite com a apresentação do espetáculo teatral “Sob a terra”, da companhia Leirena.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.