Assinar
Porto de Mós

Festival leva obras de arte pública a pedreiras em Porto de Mós

Stone Art, assim se chama o certame que arranca amanhã, reúne mais de duas dezenas de artistas

É um “festival artístico, desenvolvido em contexto rural, que procura a integração das obras da arte pública com a natureza circundante”, garante a organização. Arranca amanhã em Porto de Mós e junta grafiti, pintura em mural e escultura.

O Stone Art, assim se chama o certame que reúne mais de duas dezenas de artistas, pretende criar um circuito de arte pública “através da ligação entre a indústria extrativa e as artes visuais”.

O evento decorre de 19 a 29 de agosto, no núcleo de pedreiras do Codaçal e procura cruzar “artes visuais, o parque natural e os seus recursos geológicos, naturais e paisagísticos”, avança a associação a organização em comunicado.

O festival vai culminar com um jantar de gala e o concerto da fadista Fábia Rebordão no dia 29 de agosto, evento que contará com a presença de Luís Amado, antigo ministro e embaixador da iniciativa.

Assimagra, associação portuguesa privada, sem fins lucrativos, fundada em 1964, que representa a indústria dos recursos minerais de Portugal é um dos dinamizadores do evento, adianto que assim sai reforçado o contributo das empresas deste setor “num território de Parque Natural no qual tem havido capacidade de compatibilização entre indústria e demais sensibilidades e interesses”.

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é assinante, entre com a sua conta. Entrar