Assinar
Desporto

Relvado do municipal de Leiria recebe intervenção

Várias áreas do campo apresentam falhas de relva. Tratamento e substituição parcial do piso vão ser realizados nos próximos dias.

São muitas as áreas do relvado do estádio municipal de Leiria onde a cor verde é escassa. As balizas e o lado Poente, junto ao banco de suplentes, são as zonas mais críticas.

O problema, que já identificado, começou a verificar-se com maior intensidade há cerca de duas semanas, no jogo da Taça de Portugal, entre União de Leiria e Santa Clara. No decorrer do encontro, vários pedaços de relva soltaram-se do tapete, deixando o campo visivelmente marcado.

No passado domingo, no encontra da Liga 3, com o Oriental Dragon, o estado do relvado agravou-se e as zonas de areia destacavam-se para quem acompanhava o jogo da bancada.

Carlos Palheira, vereador do Desporto da Câmara de Leiria, explica ao REGIÃO DE LEIRIA que, nos próximos dias, algumas zonas “vão ser totalmente repostas”, com novos pedaços de relva natural, uma intervenção que abrange sobretudo a área junto às balizas, mas também outras zonas do campo de jogo.

Segundo o responsável, na origem do problema está a dificuldade em ligar todo o tapete: “a relva não está a enraizar o suficiente. Estamos a efetuar um tratamento mas a verdade, e já temos realizado outras intervenções do género, é que esta intervenção não tem corrido como desejado”. Acrescenta que, além da colocação dos novos blocos de relva, é necessário “tempo para acamar” o relvado e a utilização que a infraestrutura tem recebido e que está calendarizada podem atrasar ligeiramente na recuperação.

Esta terça-feira, o novo técnico da União de Leiria disse estar “um bocadinho preocupado” com o relvado. “Se o terreno estiver em boas condições, favorece [o desempenho da equipa]. Não estando, é algo que nos vai condicionar. Espero que [domingo] esteja em boas condições”, afirmou Bino, no final da conferência de imprensa de apresentação aos sócios, instantes antes de descer ao relvado e pisar a zona que irá ser intervencionada.

O relvado do Estádio Dr. Magalhães Pessoa foi substituído, na totalidade, em novembro de 2020. Era o último relvado, a nível nacional, que ainda se podia vangloriar de ter recebido jogos do Euro 2004, mas teve que ser substituído na sequência de um tratamento.

Foto de destaque: Joaquim Dâmaso

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.