Assinar
Legislativas 2022

Câmara de Leiria prepara resposta ao voto antecipado para 17 mil eleitores

No próximo fim de semana, cerca de 800 leirienses, que vão estar nas mesas de voto, vão receber o reforço da vacina contra a covid-19.

Sede do Agrupamento de Escolas D. Dinis, em Leiria, é um dos dois postos criados para poder exercer o voto antecipado.

É um número impressionante e representa cinco vezes mais do que os eleitores que em 2021 manifestaram intenção de realizar voto antecipado nas eleições presidenciais.

A Câmara de Leiria está, em articulação com o Ministério da Administração Interna, a montar um dispositivo para dar resposta aos pedidos de voto antecipado para as eleições legislativas, que decorre no próximo dia 23 de janeiro, uma semana antes da chamada dos portugueses às urnas.

“Temos que criar resposta para o voto [antecipado] até 17 mil pessoas”, disse a vereadora Catarina Louro, na terça-feira, em reunião de executivo, quando prestava esclarecimentos sobre a forma como se está a preparar todo o dispositivo para o ato eleitoral.

As inscrições dos eleitores para o voto antecipado em mobilidade estão a decorrer até 20 de janeiro, através de comunicação à administração eleitoral da Secretaria-Geral do Ministério da Administração Interna (formulário disponível aqui) ou na Junta de Freguesia correspondente à morada do recenseamento.

Só após esta data, a Câmara de Leiria terá indicação de quantas pessoas solicitaram o voto antecipado, ainda que além da escola sede do Agrupamento de Escolas D. Dinis, em Leiria, onde habitualmente decorre este processo, também a Escola Superior de Educação e Ciências Sociais (ESECS) funcionará, no dia 23 de janeiro, com mesas de voto para acolher os eleitores.

No total, explica a vereadora, serão instaladas 34 mesas de voto, nos dois estabelecimentos.

“Estamos a tratar deste processo como se de um grande evento se tratasse. Na realidade é um grande evento, pode juntar até 17 mil pessoas e tudo estamos a fazer para que seja seguro, rigoroso e funcione dentro daquilo que é o habitual neste ato, ainda que com todas as condicionantes associadas à situação pandémica”, explicou Catarina Louro.

Os cidadãos que vão estar nas mesas de voto no concelho de Leiria, nos dias 23 e 30 de janeiro, vão receber este fim de semana a vacina de reforço contra a Covid-19. A medida foi anunciada pelo primeiro-ministro António Costa na semana passada, à escala nacional, e confirmada, em reunião do executivo municipal de Leiria, por Catarina Louro, representando mais uma ação preventiva em todo o ato eleitoral. “Cerca de 800 pessoas, que vão estar nas mesas de voto e na recolha de votos, serão vacinadas ainda neste fim de semana”, afirmou.

Para os próximos dias deve ser conhecido o modelo a adotar para os cidadãos que vão estar em confinamento, por resultado positivo à Covid-19, no dia das eleições. Uma das possibilidades, e que não reune consenso, é suspender o isolamento por um determinado período para que as pessoas possam ir votar. O Governo colocou a questão à Procuradoria-Geral da República, mas ainda não obteve resposta.

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.