Assinar
Ourém

Cidadãos com deficiência com acesso a qualificação escolar e profissional

O processo de validação de competências de uma turma já começou

O Centro Qualifica da Insignare – Associação de Ensino e Formação e o Centro de Reabilitação e Integração de Ourém (CRIO) assinaram um protocolo para “dar resposta aos cidadãos com deficiência e incapacidade no sentido de melhorar a sua escolaridade e contribuir para uma maior valorização da sua vida ativa”.

“O processo de validação de competências de uma turma já começou, estando as aulas a decorrer na Escola Profissional de Ourém com quatro formandos do CRIO”, explica a Insignare.

“Esta é uma turma muito especial e a primeira a funcionar em regime de reconhecimento, validação e certificação de competências, pioneira na região com este público alvo”, adianta.

Os subscritores do protocolo querem “posicionar a parceria como estratégica nos processos de inclusão da pessoa com deficiência”.

Os centros Qualifica destinam-se aos cidadãos que procuram uma qualificação, com vista ao prosseguimento de estudos e/ou uma transição/reconversão para o mercado de trabalho.

“Mas são também centros que permitem dar resposta aos cidadãos com deficiência e que procurem um reconhecimento das suas competências escolares”, explica a Insignare.

O Centro Qualifica de Ourém “integra uma equipa especializada de profissionais, que desenvolve a sua atividade de forma articulada com as empresas e as pessoas que desejem mais formação e validação das suas competências, de forma gratuita e com benefícios para ambas as partes”.

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é assinante, entre com a sua conta. Entrar