Assinar
Marinha Grande

Prisão preventiva para jovem suspeito de agredir a mãe na Marinha Grande

O arguido tinha sido condenado a prisão, com pena suspensa, por furto qualificado.

Um jovem de 23 anos, residente na Marinha Grande, ficou em prisão preventiva por suspeita da prática de violência doméstica sobre a mãe.

Os factos mais recentes terão ocorrido na segunda-feira, tendo o indivíduo sido intercetado pela PSP ao final do dia, dando cumprimento a um mandado de condução para avaliação psiquiátrica. Acabou por ser detido fora de flagrante delito após ter tido alta clínica, “por existir risco da continuação da prática do referido crime, refere a PSP em comunicado.

O arguido foi presente ontem, quarta-feira, a tribunal para primeiro interrogatório judicial, indiciado dos crimes de ofensa à integridade física qualificada e dano com violência.

Segundo informação divulgada na página da Procuradoria da República da Comarca de Leiria, o jovem terá molestado fisicamente a mãe, de 51 anos, apertando-lhe o pescoço, empurrando-a contra uma parede e torcendo-lhe os pulsos.

De acordo com a mesma nota, arremessou ainda “um objeto metálico na sua direção, atingindo-a no tornozelo esquerdo” e empurrou a vítima “com força na direção do exaustor da cozinha, tendo a mesma nele embatido com a cabeça, amolgando-o”.

Em resultado destas agressões, a vítima sofreu “dores e mal-estar, inchaço na cabeça, escoriações nos pulsos, vermelhidões no pescoço e hematomas no tornozelo”, acrescenta a Procuradoria, referindo ainda o registo de vários danos na residência, nomeadamente em portas e móveis e quebra de objetos diversos.

Segundo o Ministério Público, o arguido possui antecedentes criminais, tendo já sido condenado por dois crimes de furto qualificado, “estando atualmente a cumprir uma pena de prisão suspensa na sua execução”.

A investigação é dirigida pelo Ministério Público da Unidade Local da Marinha Grande do Departamento de Investigação e Ação Penal (DIAP) da Comarca de Leiria, com a coadjuvação da PSP da Marinha Grande.

Contactos e números de emergência

Associação Mulher Século XXI
Largo Rainha Santa Isabel, Nº1 r/c Dto 2410-165 Leiria
Tel. 244 821 728
Tlm. 964 854 462
Tlm. 910 908 368
email. geral@mulherseculoxxi.com
Centro de Atendimento às Vítimas de Violência Doméstica
244 821 728
Linha de Apoio à Vítima Idosa de Violência Doméstica (chamada gratuita)
800 210 340PUB 

Outros contactos

112 – Número de telefone de emergência único europeu (chamada gratuita)
144 – Linha Nacional de Emergência Social
800 202 148 – Serviço de Informação a Vítimas de Violência Doméstica (CIG – Comissão para a Cidadania e a Igualdade de Género)
116 006 – Linha de Apoio à Vítima (APAV – Apoio à Vítima) (chamada gratuita – Dias úteis das 8 às 22 horas)
SMS – 3060

Apoie o REGIÃO DE LEIRIA

Se chegou até aqui é porque este é um texto que lhe interessa. Por detrás dele há uma equipa e um conjunto de recursos que custam dinheiro e que, para continuarem a existir, precisam da sua ajuda. Gostávamos de lhe explicar como.