Assinar
Cantinho dos Bichos

GNR resgata ave que estaria em cativeiro na Marinha Grande

A ave foi entregue ao Centro de Recuperação de Aves Selvagens de Montejunto, onde ficará a recuperar dos ferimentos.

A ave encontrava-se numa área florestal GNR de Leiria

O Núcleo de Proteção Ambiental da GNR de Leiria recolheu uma águia-de-asa-redonda na Garcia, no concelho da Marinha Grande, com ferimentos que indiciam que estaria em cativeiro.

Segundo uma nota do Comando Territorial da GNR de Leiria, a ave foi recolhida numa área florestal por militares do Posto Territorial de Vieira de Leiria.

“A águia apresentava mutilações severas, nomeadamente o corte das asas, e alguns ferimentos, denunciando que a mesma estaria em cativeiro”, explica a GNR na nota.

O animal foi entregue ao Centro de Recuperação de Aves Selvagens de Montejunto, do Instituto de Conservação da Natureza e Florestas, onde ficará a recuperar dos ferimentos até poder ser libertada no seu habitat natural.

Na mesma nota, a GNR “reitera que a captura de aves de rapina e sua detenção em cativeiro é uma prática ilícita, causadora de desequilíbrio na biodiversidade, levando à extinção de espécies em habitat selvagem”.

Tenha acesso ilimitado a todos os conteúdos do site e à edição semanal em formato digital.

Se já é assinante, entre com a sua conta. Entrar